Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Seg Jan 19, 2015 9:36 pm

Logo após da passagem de Asgard e Spark para o outro lado do abismo, um dos integrantes do grupo, seu nome era Joker se não me engano, tanto faz na verdade,  pensou que não seria tão difícil pra ele, já que era mais leve, confesso que era uma boa ideia, mas ninguém sabia o que encontrariam no outro lado. Joker se segurou na corda e se impulsionou para trás, se soltou, e foi para frente, ele estava quase lá, mas a o apoio da corda se soltou e ele caiu no abismo. Olhei atenta, não o vi cair, mas o vi sendo puxado para dentro da parede, finalmente a aventura havia começado, esperei que ele saísse ou algo assim, mas nada aconteceu.

Começamos a descer em direção ao abismo, não havia muito para se apoiar, apenas pedras que ninguém sabia se iriam durar o bastante, ou se iriam se partir levando-nos para a morte. Não levou muito tempo para isso acontecer, descendo me apoiei em uma pedra, mas a armadura me fez escorregar, seria esse meu fim? A diversão ainda nem começou. Uma expressão de tristeza tomou meu rosto, mas não durou muito, senti alguém me segurando, o capitão não permitiu que tudo acabasse no começo de tudo. Nunca havia sentido gratidão por ninguém, mas essa era um ocasião especial, sorri para o jovem capitão e continuei a descida cautelosamente.

Assim que meus pés tocaram e gélida água do rio, um calafrio passou pelo meu corpo, era tudo tão frio e sombrio, mas o som da água fluindo acalmava um pouco. Não teríamos que andar muito até chegarmos a parede que usaríamos para chegar ao outro lado, obviamente não seria tão simples assim, olhamos em volta e avistamos um demônio sentado em um pedra mais a frente, ele tinha grandes chifres e tatuagens em vermelho pelo corpo todo, possui apenas seus olhos e um nariz. Pude escutar ele falando consigo mesmo, achei estranho já que não tinha uma boca, mas isso não importava.

Olhei para o grupo e esperei as ordens, coloquei Eins dentro da bolsa, sem fazer movimentos bruscos, afinal o demônio poderia tomar qualquer movimento como um ataque. Apoiei uma mão sobre a espada e a outra na tesoura, estava pronta para atacar, só precisava de uma ordem.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
47

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Seg Jan 19, 2015 9:45 pm

Uma aterrisagem quase perfeita, séria perfeita se não fosse pelo desequilíbrio que o fez Spark quase cair de cara no chão, não se desequilibrou pelo impacto da queda, mas sim com um horrendo cheiro que se encontrava naquele local. O Sátiro se levantou e acenou para sua equipe mostrando que havia dado tudo certo, mas assim que virou viu Asgard se balançando em uma corda pelo abismo, e com a mesma velocidade que voou sobre o abismo, a face de Spark mudou, sua expressão feliz e animada se tornou uma verdadeira cara de bunda, nada mais desanimador do que ver que não precisava passar por tudo aquilo para chegar ao outro lado.

Assim que Asgard se pós ao seu lado, o sátiro encarou ele e estendeu a mão como quem dizia: - Me devolve meu arco, seu traidor... – Porém antes do homem da selva poder responder, o cheiro horrendo que Spark havia sentido antes começou a se aproximar cada vez mais, voltando sua visão para frente, pode ver que por entre as arvores mortas algo se aproximava, com o tempo começou a ouvir suas passadas pesadas, pareciam como pequenas explosões aos ouvidos sensíveis do batedor, a criatura não demorou muito para a criatura poder ser vista, era tão horrenda quanto o cheiro que exalava, e algo notável era que não parecia possuir olhos e nem nariz, andava de um modo um tanto quando desengonçado e parecia estar prestes a cair a qualquer momento, e por parecer um tanto quanto desnorteado não parecia grande ameaça para Spark e Asgard, o pequeno brincalhão roxo sorriu para o homem galinha e fez sinal para que não se movesse e nem falasse nada, esperaria o momento certo até que a criatura mostrasse uma abertura, até lá, ficaria imóvel e sem gerar nenhum som.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Seg Jan 19, 2015 11:29 pm

As coisas não estavam saindo como Thomas esperava. Acreditava que deixar o grupo livre para tomar ideias seria sensato, uma vez que muitos dali era Capitães de alguma Sub-Divisão, mas isso se tornava complicado. Thomas sabia que prendê-los às suas ordens poderia causar um desconforto, então por enquanto não estava questionando nenhuma atitude, mesmo que não aprovasse algumas... Como o salto de Joker. Não viu o rapaz caiu, não ouviu nenhum som e muito menos viu algum sinal físico do Tenente. - Maldição... - Disse para si mesmo quando viu toda aquela cena se desenrolar, mas não havia nada que pudesse fazer a não ser confiar que ele poderia estar bem.

De posse disso, continuou a descer com sua equipe. O local era perigoso e escorregadio, fazendo com que Thomas escolhesse as pedras com cuidado. Em um momento de curto descuido, Myra acabou escorregando, mas Thomas conseguiu segurar seu braço e puxá-la para cima de novo. Acenou positivamente e em silêncio para Myra e continuou a descer. Por fim, chegaram ao Rio que os recebeu com suas águas gélidas. Thomas não queria perder tempo e não podia parar, então seguiu rio acima... Apenas para encontrar uma desagradável surpresa.

O Rio supostamente deveria ser como os outros pontos perto de Valiheim: Limpo de Demônios. Aquele ser ali só mostrava que já sabiam de sua movimentação e que estavam correndo contra o tempo, o que não era nada agradável. Entretanto, tinha que se focar na batalha. Ouviu a voz do Demônio na sua mente e começou a traçar algum plano. De cada lado existiam grossas paredes de um imenso vale. O Rio cortava ao centro. O espaço era limitado para a batalha, além disso ele não sabia os poderes daquele demônio. Se ficassem juntos poderiam ser alvos fáceis, além disso, Thomas precisava de todos próximos e em seu raio de visão para coordenar os ataques.

- Cuidado. Ele fala com clareza. Não é um demônio qualquer. Ele sabe raciocinar. Não fiquem juntos, se espalhem e o cerquem! Vão! - E dito isso, avançou diretamente contra o demônio. Mentalmente pensava em fazer um ataque direto com a espada. Mas não sabia se sua habilidade de se transmitir pela mente também envolveria ler as mentes. Caso isso acontecesse e ele antecipasse seu golpe com a espada, iria imbuí-la em chamas e fintar para tentar conseguir um ataque mais eficiente.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
88

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Seg Jan 19, 2015 11:52 pm

Destiny

"May the damned slay the evil"

Não estava inteiramente certo sobre a resistência daquelas cordas, mas de fato elas tinham conseguido segurar o peso de Asgard, eu mesmo devia ser mais leve que ele, não tinha razão real para não conseguir passar por aquelas cordas. Seria fácil e acima de tudo, tinha algumas cartas na manga para o pior dos cenários, decidido a repetir a façanha do mestre da caça eu me punha em movimento, descobrindo tarde demais sobre a estupidez contida naquele plano. Mesmo tendo resistido à travessia anterior as cordas não estavam realmente presas, fazendo com que eu mesmo descobrisse o sentimento de uma queda-livre. Ainda assim, não era realmente preocupante a queda, tinha formas de lidar com isso, na verdade estava prestes a sacar as cartas quando repentinamente sentia uma mão inumana agarrar minha perna, um membro que parecia surgir da parede solida, me arrastando diretamente para dentro daquilo que parecia uma caverna.

Não sabia ao certo como, mas em algum momento da queda havia perdido a consciência, a dor que sentia na cabeça e nos olhos era mais que prova o bastante. Ao meu redor, estava aquilo que me parecia ser uma grande caverna, um local pouco iluminado e sombrio, perfeito para habitação de um demônio. Uma linha de raciocínio fortemente confirmada pelo uivo sobrenatural que eu ouvia, era um som grotesco e bestial que ecoava por um dos corredores daquele lugar, a experiência dizia que se aquilo não fosse um demônio era melhor que fosse deixado quieto, mas ela também me falava que muito provavelmente aquilo não deixaria que eu permanecesse. Ainda assim, o que mais me intrigava era meu aparente estado incólume, nenhuma ferida maior, nem nenhum ataque, se realmente tivesse ficado inconsciente, não haviam faltados chances para aquele demônio. Sem mais hesitar sacava a carta gêmea a que tinha entregado a Spark, e começava a usar as capacidade dela.

- Spark, está ouvindo? Qual a posição do restante dos integrantes? Falava calmamente através da carta esperando que o pequeno ser soubesse como responder as mensagens. Em todo caso, guardaria novamente a carta no livro, e então prosseguiria.

Em seguida me levantaria e caminharia até uma das tochas, a qual puxaria de seu suporte e a manteria em uma das mãos, pouco sabia sobre o caminho para ser guiado pela escuridão. Em seguida sacaria a espada escarlate e me colocaria em direção ao caminho do urro, mantendo sempre os ouvidos e olhos bem atentos, para estocar qualquer avanço da fera. Manteria-me observando a distancia, apenas largando a tocha caso me encontrasse em um local bem iluminado,buscando neste caso algum refugio para observar aquilo que estava ao meu redor.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
63

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Ter Jan 20, 2015 12:59 am

Certamente havia fincado de forma correta não havia uma vez antes que algo havia acontecido como agora, aquilo me surpreendeu, mas assim como Spark, sentia algo estranho, não pelo olfato, mas pela presença, parecia que algo muito ruim estava vindo de encontro conosco, isso sem contar que só estava Spark e eu. Antes de tudo, acabei vendo minhas alguns instrumentos caírem penhasco abaixo, aquilo foi triste de se ver, pois passei maior parte do tempo recolhendo e tornando-me o único a chegar mais tarde onde o grupo estava.

Como estava preso um pouco nos pensamentos, ignorei o que Spark falara e achando que ele terminaria, a sensação aumentou de ter algo ruim perto aumentou de forma extrema, fazendo sentir arrepiar os pelos do braço esquerdo, virei-me rapidamente para saber se a tal sensação estava correta e talvez não quisesse mais senti-la novamente. Com uma analise rápida, soube que não era sabia mover-se ou fazer quaisquer barulho pois, iriamos de frente a uma criatura feroz com cede de sangue ou pular para um abismo desconhecido. Quando finalizei tal pensamento e já agia em pensar uma forma de sair daquela situação, algo vindo de Spark começa a fazer um barulho. Arregalo o olho em forma de protesto para a ação de Joker e rapidamente pego minha lança prevendo qualquer ação que pudesse vir da criatura. Quando a visse avançar para Spark, ando rapidamente para traz para ter noção do final de terra e inicio do abismo, solto um grande urro para chamar a atenção da criatura - EI -, sabendo que ele não faria nenhum movimento ou barulho, a criatura viraria a atenção direta para mim e quando ela estivesse perto o suficiente, fixaria a lança e faria a força do demônio nos empurrar fincando-a no peito da criatura e nos fazendo cair, ajeitando o máximo possível para dar um mortal fazendo com que não se distancia-se o suficiente da parede. Quando déssemos um mortal completo, tiraria a lança do peito da criatura, utilizando seu corpo como suporte para pular e tirar a lança e em seguida fincaria a lança na parede, para que só ela caísse.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
60

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Frist em Ter Jan 20, 2015 1:00 am

Hit them hard!


Via os arredores borrados decorrente a velocidade do giro, sentia seus braços quentes com seu sangue demoníaco fervendo e o peso do bode já não aparentava se passar mais do que de um simples saco de batata, tinha certeza de que chegaria ao outro lado. Quando o soltou viu seus cascos passando ao lado de seu rosto e apesar da velocidade, uma  coisa em específico nesse momento fez com que o homem visse o tempo desacelerar e um desespero preencher seu coração como em poucas vezes antes o fizera, gotas ligeiramente amareladas chegavam perto de seu rosto, faziam um caminho no ar e iam se aproximando do homem enquanto o próprio arregalava os olhos e  tentava aceitar oque estava para acontecer, algo tão terrível e que nunca pensou que aconteceria com ele nem em sonhos, não desejaria aquilo para o pior de seus inimigos. Não tinha como fugir, só lhe restava aceitar essa peça que o destino o pregava e assim Blake fechou os olhos, prendeu a respiração e ainda decorrente a seu movimento abriu os braços e estufou o peito, o líquido quente começou a lhe tocar o corpo como chuva, uma chuva dourada, o pior de tudo é que ele até que apreciou aquela quentura no ar gelado da manhã, ele tinha que fazer isso se quisesse ver um ponto positivo naquilo, além de uma cabeça de bode servida numa bandeja. - É melhor esse bode não morrer daquele lado... não antes de me ver de novo!!- Blake disse calmamente tentando esconder o ódio que o queimava por dentro.

Enquanto Blake se limpava, mal pode perceber por causa de sua mente um tanto quanto conturbada com a urinada, a ideia prática de Asgard e o fracasso de Joker em segui-lo, ele simplesmente havia desaparecido. Com um integrante do grupo desaparecido, os demais continuaram a travessia em uma decida, mais rápida talvez do que deveria, e isso quase causou a queda de Myra, salva pelo menino Thomas, quem sabe ela não o torne homem de verdade como gratidão, seria uma pena morrer tão jovem assim em uma missão suicida como esta. O resto do percurso terminou e agora seria a hora da subida, seria...





- Quatro... Mais do quê eu consigo em uma semana... - Blake ouviu antes mesmo de ver a criatura, quase sem perceber se colocou em guarda, quando percebeu que se tratava de um demônio lúcido e de um tipo que nunca havia encontrado antes, pensou em gritar para que os outros recuassem, mas não houve tempo... Thomas já distribuía ordens e começava a se mover, Blake já se lembrava o porque trabalhava sozinho, seu coração perdeu uma das batidas só de pensar na possibilidade de ver aqueles sob sua proteção morrerem jovens e sem chance nenhuma, não podia arriscar que fossem vencidos por um demônio desconhecido, tinha que agir... Blake partiu, corria com toda sua velocidade, seu corpo se inclinava tanto para frente enquanto mantinha os braços ao lado do corpo que tinha a impressão de que ficava a um ou dois palmos do chão, queria alcançar Thomas, mas talvez não fosse possível mesmo a toda velocidade então optou por correr em sua sombra, iria usar da abertura dele para tentar garantir o sucesso em sua investida. O local onde estavam era limitado, correr para os lados não favoreceria a posição do demônio, logo saltar talvez fosse a melhor alternativa para o movimento do demônio e era por lá que Blake tentaria restringi-lo.

Assim que o capitão estivesse pronto para desferir seu golpe, Blake tomaria impulso contra o solo e saltaria por cima do rapaz, se projetando na diagonal para frente, visando saltar sobre ele e ter altura suficiente para impedir que o demônio saltasse tentando evadir de qualquer investida que Thomas pudesse fazer. No alto Blake já começaria alevar os braços para trás por cima da cabeça, entrelaçando os dedos, estufando o peito e curvando o corpo para trás, quando tivesse alcance suficiente, ou percebesse que o demônio entrava em sua area de acerto, desceria ambas mãos com toda a força que juntou projetando um golpe para baixo, visando acertar a cabeça da criatura e projeta-la para baixo com a tremenda cacetada. Terminada sua ação, independente de ter acertado o demônio ou não, Blake se colocaria na frente de Thomas para poder defendê-lo dizendo - Vou conseguir uma abertura, trate de acabar com ele sem se matar!- E se assim fosse preciso se prepararia para a próxima investida.

avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
26

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por tibi em Ter Jan 20, 2015 1:04 am

Atos incoerentes com a seriedade da missão aconteciam ao redor de Aharon a todo momento. Lançar alguém por um precipício era uma ideia de louco e foram eles mesmos quem o realizaram. Contudo, aquele plano havia funcionado para separar o grupo e deixá-los mais frágeis a possíveis ataques. Tudo que eles precisavam naquele momento.

Sem outras opções, os que restaram decidiram que o único caminho era para baixo, descer o penhasco para escalá-lo do lado oposto. Algo trabalhoso para o que deveria ter sido algo simples. Aharon ainda não engolira a reação de Spark quando vira a ponte estraçalhada. Ele ainda continuava sendo o principal suspeito na cabeça do paladino.

A descida fora breve e sem maiores imprevisto. Mas no momento em que pisaram com seus pés na gélida água do puro rio que alimentava Valiheim toda a companhia vislumbrou a medonha visão de um demônio, parado, observando os Guardiões em um olhar macabro. Em puro reflexo, Aharon empunhou sua maça e se pôs atrás de seu escudo, já se preparando para o pior que viria.

Quando uma voz preencheu sua mente em uma mensagem sem nexo, Aharon já sabia o significado daquilo: O demônio havia penetrado sua mente. Temendo os poderes daquela bizarra criatura e o que poderia acontecer caso a deixasse agir primeiro, Aharon avançou rapidamente contra ela sem esperar os comandos de Thomas ou de qualquer outro ali. Gostando ou não, o paladino já havia passado por situações de combate contra demônios e sabia o que deveria ser feito. Esperar algum plano de combate seria mais uma oportunidade para o ser tatuado em escarlate acabar com alguma vida ali. Empunhando o escudo entre si e o demônio, Aharon continuaria seu avanço sem hesitação até que entrasse no raio de ação de sua maça, a qual usaria para atingir a criatura em um movimento rápido e circular focando o seu crânio. Após isso, se posicionaria de frente a ela, esperando que seus companheiros começassem a agir nesse instante para que flanqueassem a besta. Ao mesmo tempo, manter-se-ia atento aos possíveis truques que o demônio pudesse usar contra eles ou para tentar escapar, o que Aharon não poderia permitir de maneira alguma. Caso ele o fizesse, Lúcifer saberia sobre a companhia e as chances de sucesso cairiam drasticamente.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
13

Data de inscrição :
11/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Ter Jan 20, 2015 2:15 am

@Joker

Joker procurou sua carta de comunicação e rapidamente a achou, tentando falar com Spark que já estava do outro lado do abismo junto de Asgard. O tenente mantinha a calma mesmo em uma situação daquelas, afinal, se a perdesse poderia perder também sua vida, puxou uma das tochas da parede e seguiu o caminho que aparentava ser mais perigoso. Ele não andou por muito mais tempo, talvez uns dez minutos seguindo através da escuridão e então ele viu uma luz quando passou por uma curva na caverna, seus olhos doeram até que ele se acustumasse com a claridade e quando finalmente o fizesse poderia ver o que tinha na sua frente e naquela sala. Nada.

Era uma sala quase vazia, ainda sim era medonha. Aquele era o primeiro local que tinha iluminação, e nos cantos se encontravam ossos e restos humanos, na sua frente mais um corredor, mas ele não estava sozinho apesar de tudo. O que sentiu foi um bafo ruim, um bafo de... Cachorro? Mas não tinha nada na sua frente e ainda sim, ouvia um rosnado.

A resposta rapidamente veio a mente do tenente: Cães Infernais, responsáveis por levar almas que fizeram pactos para o inferno... A pergunta era: O que eles faziam ali?, mas não tinha muito tempo para pensar, tinha que fazer algo. Sua experiência dizia que cães do inferno eram de fogo, mas ainda sim invisíveis... E ele sentia o calor da sala. Mais um minuto pensando e ele não teria mais cabeça para pensar, era agir ou morrer, não sabia quantos tinham na sala mas ouviu mais de um rosnado.

@ Asgard e Spark

Spark ouviu o chamado de Joker mas prestou atenção no que estava acontecendo na sua frente naquele momento, um demônio grande e desajeitado que era guiado pelo som, afinal, não tinha nariz nem olhos, apenas uma boca medonha e que parecia ser incapaz de falar qualquer coisa. Mas quem agiu primeiro foi Asgard, chamando a atenção da criatura e pondo seu plano em ação para que ela caísse no abismo, A lança mal fincou no peito do demônio mostrando o quão encouraçado ele era, mas ainda sim, prendeu nele mesmo não causando qualquer dano, e Asgard tentou jogá-lo no abismo, e conseguiu mas não do jeito que queria. O demônio não pensava em mais nada, como não tinha olhos não sabia do abismo então se jogou em cima de Asgard sem pensar duas vezes, e tudo que Asgard teve de fazer foi se desprender do monstro que não conseguia fazer muita coisa em queda livre e usar sua lança para se prender na parede, então podia escalar ela livremente e voltar para a localização de Spark. A pergunta que havia restado ali era: Ele sobreviveu? E o que fariam agora? seguiriam para verificar o local ou desceriam para ajudar os amigos?

@ Blake, Aharon, Myra, e Thomas

Myra aguardava em posição de combate a ordem de Thomas, que não demorou para vir, alguns segundos depois do paladino ter partido para cima sem esperar qualquer ordem. Ele correu na direção do demônio com um plano em mente: Descobrir se ele era capaz de ler mentes, e assim que partiu na direção da criatura com a espada em mãos Myra o seguiu, Blake também o fez já preparando um ataque por cima, Aharon foi o primeiro a tentar algo e os ataques de seus aliados vieram quase que em seguida, prontos para finalizar a maldita coisa.

Mas aconteceu algo que nenhum deles esperava: O demônio escorreu por debaixo de Thomas, passando até mesmo pelo paladino, se arrastando com uma velocidade incrível por de baixo das pernas do capitão exatamente como uma largatixa, saindo por trás do grupo e nisso todos eles haviam perdido a visão da criatura que estava entre as águas do rio... E mais uma vez o inesperado aconteceu:

Um Demônio caiu do céu, causando um barulho alto o suficiente para que até mesmo Joker escutasse, o grupo virou para trás para olhar o que era aquilo e vislumbraram o monstro se levantar, não muito danificado. A queda havia rachado um pouco de sua casca mas ele ainda estava bem, e até demais... Mas ainda não se movimentava, não atacava afinal, não tinha olhos mas assim que houvisse algo partiria para cima deles.Após a queda do grandão o primeiro demônio saiu da água na frente deles, fazendo com que estivessem cercados.




OFF: Prazo: 22/01 - 01:00
Um pequeno mapa, só pra entenderem.:
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
153

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Qua Jan 21, 2015 11:36 pm

All or nothing

"Entrusting his future to the cards, a man clings to a dim hope"


Os temores se concretizavam quando a resposta de Spark não chegava, pensava que em suas buscas ele tivesse descoberto não apenas sobre as cartas, mas também como utiliza-las. A falta de um retorno me dizia que estava errado, assumir que ele sabia do funcionamento das cartas havia sido um erro, ou ele estava em pior situação que eu, incapaz de responder. Um pensamento plausível aquele ponto, era fato que havia sido arrastado até ali por demônios, não poderia estranhar caso o restante do grupo também tivesse sido cercado. Precisaria de alguma certeza naquele estado, mas com exceção a posição do meio-demônio, tinha poucas informações concretas em mãos, e apenas uma tocha que me guiava por aquele caminho que mais parecia um labirinto.

Fosse pela sorte ou não, de fato encontrava algo. Uma sala que parecia vazia a principio, recheada por velas e tochas que lhe causavam um brilho macabro, uma sensação fortemente acentuada pelos restos humanos que podia ver no local. Sentia uma harmoniosa combinação de odores que misturava a carne putrefaça juntamente do bafo de animais. Aquele fedor em especial, o rosnado já conhecido, e o calor sentido indicavam apenas uma coisa, aquela sala de fato estava repleta de cães infernais. Não sabia ao certo porque, muito menos quantos seriam, apenas tinha plena consciência de que lidar com as pequenas criaturas seria extremamente problemático, invisíveis a olho nu tão letais sozinhos quanto em hordas. Sentia uma gota de suor escorrer pelo rosto.

De fato aquela situação era critica, um passo em falso colocaria tudo a perder, tinha de avançar de uma forma ou de outra, não podia me dar ao luxo de retornar pelo caminho que havia vindo. Tão rápido quanto possível, geraria um par de cartas na mão direita, uma seria o Mago outra o Sol. O plano era simples e de fácil execução, uma rotina já programada que fazia milhares de vezes, imobilizar e avançar. Tão rápido quanto possível atiraria ambas as cartas a minha frente, usaria tanto da habilidade que tinha como atirador como a capacidade de controle sobre as cartas, para a mira perfeita. A carta do Mago miraria diretamente contra o teto da entrada do corredor à frente, tentando fixa-la contra a rocha. Já o Sol teria outro destino, esse seria a direção do calor, pouco sabia onde eles estavam realmente, por isso manteria o tato e os ouvidos atentos, mirando com a tanta perfeição quanto possível, na verdade não precisaria de um arremesso perfeito, apenas uma direção.

A velocidade seria um fator tão importante quanto à mira em si, portanto antes mesmo de fazer os arremessos já me colocaria para correr contra o corredor, com os olhos claramente fechados miraria o caminho que deveria tomar, guardando-o cuidadosamente na memória. Assim que julgasse que o Sol já estava próximo o bastante da maior parte dos cães a ativaria, enquanto manteria os olhos fechados e afastados, tentando cegar tantos animais quanto pudesse, mesmo que guiados pelos narizes, a perda repentina da visão deveria ao menos recua-los por tempo o bastante para minha passada. Seria após a explosão luminosa que prepararia outras cartas, o Julgamento, conjuraria quantas delas conseguisse e as manteria ao meu redor, como em orbita. Mantendo as cartas girando como facas correria a plenos pulmões contra a saída, as usando e controlado com as capacidades arcanas para afastar e retalhar as criaturas próximas, para isso novamente usaria a audição e tato, tentando mirar sempre que sentisse o calor próximo demais. Correria até que próximo a saída, então calculando a velocidade necessária e tomando cuidado redobrado para não cair ou ser atrapalhado por algum animal, explodiria o mago, visando fazer com que um deslizamento de pedras começasse assim que estivesse seguro do outro lado da fenda, selando os cães dentro daquela camará.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
63

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Qui Jan 22, 2015 12:26 am

Grudado a parede sentia o alivio, mas ainda sim sentia o sangue fervendo para pular em cima do monstro e voltar para mata-lo, aquele demônio com certeza não iria morrer depois de saber o quão dura sua pele era. Aos poucos fui recordando que o resto do grupo havia seguido um caminho que passava por aquela área debaixo, a maior preocupação mesmo era se aquele monstro cairia sobre eles, sendo que acabei aumentando a velocidade de queda com o empurrão dos meus pés. A vontade era muita de pular e continuar lutando, já que acabara de voltar à ativa de verdade, mas ainda tinha o Spark no alto, que sem a opinião dele, não faria nada, e muito menos deixa-lo sozinho.

-- Spark – Dizia em um tom de voz que pudesse escutar - está a fim de ir para baixo ou esperemos os outros? Se quiser, pode se jogar que te seguro e planamos até lá. – Posicionando a mão livre para pegar as adagas em qualquer fosse o caso, tanto para subir, serviriam de ajuda para chegar mais rápido e sem o risco de escorregar, quanto para a queda que chegaria pulando sobre o demônio com as adagas firmes em cada uma das mãos sedentas por sangue e degolação da cabeça do demônio.

Antes que Spark decidisse, posicionei-me na parede com a ajuda das adagas para retirar a lança da parede. Aquela lança era uma das poucas lembranças que havia sobrado da antiga tribo e ainda era a arma daquele que o chefe achava digno de porta-la.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
60

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Qui Jan 22, 2015 12:51 am

Devia confessar que aquilo surpreendeu Thomas. O ataque do Grupo tinha sido combinado, todos correram na tentativa de cercar o demônio, mas as coisas deram tudo errado quando o mesmo se esquivou por entre as pernas de Darwishi. Com isso, porém, ele conseguiu constatar uma coisa: ele não lia mentes. O motivo era simples, foram três ataques simultâneos, vindo de três ângulos diferentes e com ideias diferentes. Se ele estivesse lendo a mente de algum de nós, deveria ter conseguido esquivar só de um ataque. Isso poderia ser um ótima notícia... Não fosse o acontecimento posterior.

Thomas não viu a queda, mas ouviu e sentiu o impacto. Água jorrou em todo seu corpo, molhando-o de ponta a cabeça. Seus olhos estreitaram e sua mente constatou da forma mais rápida possível que a situação tinha mudado e o grau de dificuldade tinha aumentado bastante, afinal, um novo demônio - e um dos grandes - estava bem na sua frente. Para piorar, o primeiro demônio estava do lado oposto, o que implicava dizer que o grupo estava cercado. Darwishi, entretanto, não se desesperou. Sua mente estava calma, olhando para os dois lados e observando a situação percebeu algumas coisas.

Primeiramente o Demônio gigante parecia não ter visão muito menos olfato, o que significava que devia se guiar por outros sentidos mais sensíveis: o som. Além disso, seu tamanho o fazia ser lento e o espaço não contribuía para que seus golpes pudessem ser tão efetivos. Já o outro demônio era veloz e era racional, o que não parecia ser um atributo do outro. Entretanto, com aquela telepatia a comunicabilidade entre ambos podia ser efetivada. Basicamente, teriam que impedir isso de acontecer e derrotar primeiro o Demônio menor.

Suas mãos se ergueram no ar em silêncio pedindo que todos parassem onde estivessem e não se mexessem. Em seguida apontou para o demônio maior, para no momento seguinte apontar para seus olhos e fazer o símbolo de negação. Em seguida apontou para os ouvidos e fez o sinal positivo, o que explicava que o monstro se movimentava pelo som. Apontou para Blake e Aharon e em seguida para o demônio. - Blake. Frente. Aharon. Atrás. Distrair. - Sussurrou. Blake deveria ir na frente porque era mais rápido. Aharon devia cobrir sua retaguarda e ambos tinham que distrair o monstro, levando-o na direção contrário. Em seguida virou-se para Myra e apontou para ela e para si, e depois para o demônio menor, indicando que ambos cuidariam de eliminá-lo.

Ergueu a mão pedindo para esperarem mais uma vez. Primeiramente tinham que distrair o demônio menor. Dificilmente ele conseguiria se comunicar mentalmente se estivesse lutando. Mas isso era só um palpite e era por isso que contava com Blake e Aharon. - Ao meu sinal. - Disse em mais um sussurro. Para saírem sem dispersar o som, fazendo-o ecoar em uníssono e não dar pista de localização ao demônio maior eles tinham que sair juntos. Ao mesmo tempo. Ergueu três dedos. Em seguida dois. Um. E indicou o momento. Correu. Afastando-se do demônio maior, sentiu a liberdade de falar em bom tom apenas para Myra ouvir. - Caso ele fuja pra cima, ataque-o. Vou tentar levar ele para a sua direção. - E seguiu. Dessa vez sua espada imbuída em chamas. Os olhos vivos e atentos à sua movimentação. Não seria enganado mais uma vez.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
88

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Qui Jan 22, 2015 9:21 pm

@Gregar

Joker agiu rapidamente naquela situação, já sacando duas cartas. A iluminação da sala no entanto não pareceu dar tão certo, quando ele correu na direção do corredor a carta "o mago" explodiu iluminando o caminho de Joker por alguns segundos que ouviu o barulho dos cães infernais sendo esmagados pelas pedras que caíram em suas cabeças. Mas a pior parte daquilo era que ainda haviam pelo menos dois ou três correndo atrás dele, afinal, a carta do sol não parecia ter adiantado de nada, e antes que pudesse por as cartas do julgamento para rodarem a sua volta um dos cães pulou em cima dele, fazendo com que caísse de cara no chão, tinha um cão em suas costas, podia sentir o calor e não conseguiria se virar sem antes levar pelo menos uma mordida, se demorasse demais para agir seriam duas.

O caminho na sua frente era um corredor largo, então não demoraria até que os outros cães acompanhassem o primeiro e o cercassem, era agir com velocidade ou morrer no chão daquela caverna, cercado de cães infernais. A boa notícia era que Joker viu uma saída para o lado de fora um pouco mais na frente, uma parte da parede quebrada e que provavelmente daria no abismo, se tentasse se espremer pelo buraco na parede cairia nas águas do rio, e se conseguisse ia doer. Sabia que iria.

@ Outros
Thomas analisou a situação, não tinha muito tempo para fazer isso então teve de pensar rápido... O primeiro demônio estava na frente deles e o segundo atrás, o grupo podia tentar fugir mas essa não parecia ser uma opção muito melhor do que lutar, rapidamente eles entenderam os sinais do capitão e seguiram suas ordens, separando-se em dois. Aharon e Blake contra o grandalhão, em quanto Thomas e Myra lutariam contra o demônio tatuado. Blake não disse nada, segurando-se até a ordem de Thomas, quando a contagem dele encerrou Blake correu contra a criatura já carregando sua força e liberando parte do selamento demoníaco, fumaça saia de seus braços e ele esquentava, estava pronto para acertar um soco no que parecia ser o rosto do demônio, e o demônio começou também a correr contra Blake.

Blake era mais esperto que a criatura e o mais forte na equipe, então provavelmente o mais apto para enfrentar o monstro, ele correu de forma desengonçada e quando chegou perto foi acertado em cheio causando uma rachadura na casca dele, outro soco de Blake já estava preparado na direção da costela, mas o demônio resistiu a esse sem problemas, ele começou a se preparar para correr contra Blake e Aharon quando Asgard saltou levando Spark consigo, planando até o chão, a sensação de voar por alguns segundos para Spark podia ter sido no mínimo estranha, mas não chegava nem perto do quão estranho era ter pulado no abismo seco visto do lado de lá e quando piscar o olho estar no abismo cheio de água e vida. Quando seus pés ( ou patas ) fizeram contato com as águas do rio eles notaram que estavam atrás do demônio grande, e viu as costas da criatura... Eram nojentas, mas elas não tinham qualquer casca que servisse de armadura como na cabeça ou peitoral, o que fazer a seguir deveria ser óbvio: Acertar ele pelas costas.

Aharon e Blake notaram a presença dos companheiros atrás da criatura, então só teriam de aguentar até que eles fizessem algo, e o primeiro a levar danos foi Aharon, o demônio se afastou do homem de braços de ferro o jogando contra as águas do rio e tentou acertar o paladino em seguida, mas seu ataque passou apenas de raspão acertando seu braço com os dedos afiados que mais pareciam lâminas, deixando ele sangrando, o rio em baixo de Aharon começou a se tornar vermelho conforme o sangue pingava de seus braços até a água. E mais uma vez o demônio se preparou para atacar Aharon, um ataque vindo de cima na direção de seu rosto.

Em quanto isso, do outro lado Myra correu junto a Thomas contra o demônio tatuado que não se movimentou em quanto era atacado, estava com os olhos fechados e parecia estar dormindo então pegou fogo quando recebeu o ataque de Darwishi, e quando isso aconteceu ele se jogou pra trás recuando e saltando pra água, mais uma vez mergulhando mas agora sem sair do lugar, apenas havia feito isso para que o fogo saísse de sua pele. - Vocês humanos são piores que nós, nós nunca trairíamos nossa própria espécie - Disse após se levantar, para todos no local através de sua mente. Ele então decidiu agir, saltando contra Myra e a derrubando no chão com toda agilidade que tinha, as mãos dele assim como as do demônio grandalhão eram afiadas e poderiam perfurar carne facilmente então um segundo de distração e Myra teria sua barriga toda aberta ali mesmo no rio, tinha de agir.




OFF: Aharon perdeu 5% de Life, Myra está caída no chão com o demônio tatuado em cima dela, mas não imobilizada. Thomas perdeu 20 de mana... E Joker tem um cachorro em cima dele e mais alguns chegando perto.

Prazo ate dia vinte e cinco - uma hora da manha.
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
153

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Sab Jan 24, 2015 9:02 am

Tudo havia acontecido tão rápido, ninguém esperava que logo nas primeiras horas de sua viajem, dariam de cara com um demônio, sabíamos o que tinha por vir, mas nunca esperaria um logo no rio que abastece Valiheim. Havíamos tentado atacar o demônio tatuado, mas o mesmo se esquivou, passando por entre as pernas do capitão. Ele se manteve na agua, e enquanto estávamos parados em guarda, algo  inesperado aconteceu. Um grande demônio encouraçado caiu do céu, ele devia ter encontrado o bode roxo e o homem pássaro no outro lado do abismo, as coisas estavam piorando e ficando cada vez mais difíceis, com os demônios nos cercando, não havia como fugir, mas apenas lutar.

Thomas deu suas ordens, Blake(o homem dos braços de ferro) e Aharon(o velho estranho) haviam ido tomar conta do outro demônio que havia “caído” do céu, já eu e Thomas iriamos cuidar do demônio tatuado. O capitão deu uma investida em direção ao demônio, e com um ataque de sua espada, que estava em chamas, o fez recuar para dentro da agua, mas apenas para retirar o fogo, o mesmo volta no mesmo lugar e diz – Vocês humanos são piores que nós, nós nunca trairíamos nossa própria espécie – eu não entendi o porque daquilo, estávamos todos cooperando, ninguém tinha traído ninguém.

Não demorou muito para ele decidir atacar, saltou encima de mim e com suas mãos afiadas, ele poderia ter me matado se quisesse, mas neste um segundo em que ficou parado, reagi. Alcancei a tesoura que estava presa na perna e perfurei seu olho, com sua guarda baixa saltei para trás e com a outra tesoura cortei seu rosto onde estaria sua boca. – É bom ter uma boca não é? – dou um sorriso malicioso e me coloco em frente ao capitão, guardo as tesouras em seus apoios ao lado de minha perna, empunho minha espada e me preparo para o próximo ataque.


(Off: Uma bosta, mas é o que temos para hoje abigos)
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
47

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Sab Jan 24, 2015 11:24 pm

Apos conseguir descer até eles, não esperava que estivessem em uma situação complicada. - Como fui burro - Dizia apos aterrissar. Antes que pudesse fazer algo, fiquei em analise do local, alguma brecha de deslize, entrada com armadilha natural e pontos de fuga caso precisasse. Terminado, comecei a analisar os demônios presentes, só que agora com mais cautela para achar um real ponto fraco. Fazia isso desenhando com o dedo na água.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
60

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Sab Jan 24, 2015 11:26 pm

O ataque tinha funcionado, mas como Thomas já tinha constatado, ele era inteligente o suficiente para se defender. Mergulhou na água e apagou o fogo. E quando se reergueu, rapidamente mudou de alvo, talvez julgando que Myra fosse mais fácil de atacar. Ledo engano. Todos que estavam no time de Darwishi estavam ali por um motivo além de serem bons: porque eles eram os caras mais fortes e assustadores que ninguém queria ter perto. Thomas sabia da história de Myra e agora que ela estava livre, isso era consideravelmente perigoso. Agradecida que ela estivesse do seu lado.

Confiando na garota, Thomas esperou pacientemente, movendo-se calmamente pelo rio apenas esperando uma oportunidade. E ela veio quando Myra atacou. Ali existiam duas possibilidades. A primeira era ela acertar. O demônio ia sentir a dor; ia se distrair. A segunda seria ela errar... Mas o demônio ia ter que focar no ataque dela, e não tinha como ser tão rápido a ponto de esquivar duas vezes seguidas. A singularidade nos dois momentos era que ele ficaria vulnerável em ambos em dado momento.

Thomas aguardaria esse exato momento para investir contra o demônio tatuado, indo com seu ombro de contra o corpo do mesmo, jogando-o na parede e cravando sua espada em seu braço, prendendo-o à parede lateral da planície. Não queria matá-lo. Queria respostas. O que ele disse ainda estava na sua mente: Ele sabia alguma coisa sobre aqueles que o tinham traído e se tivesse sorte, saberia quem poderia ser e planejar uma emboscada ou um contra ataque, mas pra isso precisava dele vivo. - Você viu a pessoa. Quem era ela? Quem? - Diria no tom frio e calculado caso o capturasse.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
88

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por tibi em Sab Jan 24, 2015 11:49 pm

Receber aquele golpe em seu braço fizera com que Aharon acordasse para a situação ali. O demônio estava diante de si e pronto para ataca-lo não dando outra alternativa ao paladino se não tentar bloquear aquele golpe. Em um rápido reflexo, ergueria seu escudo acima da cabeça, segurando a proteção com ambas as mãos e fincando seu pé o mais firme possível nas águas do rio. No momento que sentisse o impacto, giraria o escudo para o lado para forçar o braço do demônio a errar o alvo e desequilibrá-lo, para logo em seguida recuar um passo e tentar atingir a criatura na cabeça com sua maça. Após realizar seu golpe, manter-se-ia atento a um possível frenesi dele contra Blake ou os outros dois que estavam ocupados com o demônio restante.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
13

Data de inscrição :
11/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Dom Jan 25, 2015 12:26 am

Amaldiçoava a ideia que havia me feito gastar energias na primeira carta. Se os cães fossem realmente feitos de chamas, deveriam ter formas diferentes de se guiar além da visão, sequer pesar que eles tinham olhos era ingenuidade. De toda forma, havia conseguido atravessar a porta natural e com uma breve corrida, ouvia as pedras esmagando os cães, era difícil saber se havia acertado a todos, mas um breve momento me dizia que havia falhado. Sentia o peso chegar às costas juntamente do calor e arrependimento. O peso que tinha as costas indicava a verdade, tinha um cão bem atrás de mim, prestes a morder meu pescoço, e o melhor de tudo era, provavelmente tinha outro par de cães em meu encalço, não tinha tempo tampouco energias extras para gastar, mas tinha uma saída, isso com certeza tinha.

Sem demora usaria as duas cartas já invocadas, as atirando contra a área acima das costas, mirando obviamente o cão que estava sobre mim. Não me importaria com os outros dois, tão pouco pensava que precisaria fazê-lo se fosse rápido o bastante. Correria enquanto manteria outras duas cartas às costas, próximas o bastante para que assim que sentisse o salto de um dos cães, poder disparar alguma delas contra os alvos. Correria diretamente em direção a saída que havia visto anteriormente, um buraco que deveria me levar para fora daquela caverna, e seria este meu alvo. Sem parar saltaria de uma vez pela fenda, mantendo as cartas do Julgamento a minha volta para mirar e disparar em qualquer outro cão que tentasse o ataque. Era muito provável que apenas caísse em queda livre, à altura seria desconhecida e era por isso que invocaria o poder das cartas do Eremita. Caso a altura fosse se mostrar uma provação muito grande, ou desnecessária, atiraria uma das cartas contra o solo ao que me direcionava enquanto outra colocaria em mim mesmo, fazendo com que ao menos pudesse repelir as forças impedindo o choque.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
63

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Dom Jan 25, 2015 3:28 am

O plano de Joker funcionou perfeitamente, a altura a qual ele havia caído era consideravelmente alta e a sensação de descer o abismo em queda livre não era nada boa, felizmente no tempo que caia ele conseguiu invocar as cartas do eremita e impedir que o impacto acabasse com ele, chegando perto da água ele quicou para trás e caiu de costas no rio, estava perto de Thomas quando isso aconteceu e água voou por cima dele e do demônio tatuado.

Ao olhar para o lado veria o demônio em cima de Myra pronto para atacar a garota, mas por algum motivo ele hesitou - Você, você tem os olhos dele! - Disse através da mente antes de fazer qualquer coisa, e nesse meio tempo estava todo cortado, um furo no olho e um corte onde supostamente ficaria uma boca, mas ele não tinha, e lá estava a garota de pé com a espada em mãos, se perguntando o que ele queria dizer. Em seguida Thomas agiu quase que automaticamente encurralando o monstro contra a parede do abismo e o prendendo lá, com certeza ele teria gritado se tivesse uma boca, mas tudo que fez foi se mexer tentando escapar, e desistiu quando viu seu braço preso.

- O que vai fazer para conseguir as respostas? Tortura? Garoto, Eu passei minha vida toda no inferno, nenhuma tortura é capaz de me fazer falar, mas sabe, eu estou tentando a te contar o que quer saber... somente para ver vocês se destruindo -

O demônio não demonstrava sinais de sentir dor, mas ninguém garantia que não estava. O braço dele sangrava, assim como o medonho buraco do local onde deveria ficar seu olho amarelado.

No outro lado eles ainda lutavam, Aharon conseguiu defender o próximo ataque da criatura fazendo com que ela perdesse o equilíbrio e se curvasse abrindo uma brecha para um ataque, e ele o fez. A maça pegou em cheio o crânio da criatura, este se rachou mais ainda e a proteção caiu mostrando algum tipo de cérebro medonho que aparentemente não estava mais protegido, um ataque no local certo e ele provavelmente estaria no chão agora. E o ataque veio quando Blake se levantou e pulou acertando a cabeça do monstro.

Ele tombou respingando sangue, miolos e água para todos os lados e manchando escudos, roupas e qualquer outra coisa que o sangue tocasse. Os restos do demônio no chão começaram a se desfazer, como cinzas ao vento, deveria estar indo de volta pro inferno agora. O Que restou foi o grupo se reagrupar em volta de Thomas, esperando conseguir qualquer coisa do tatuado, e então começar a subir o abismo, dessa vez sem demônios atrás deles.




Prazo: 28/01 - 03:00
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
153

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Ter Jan 27, 2015 7:32 pm

Meu primeiro contato com um demônio desde o começo da viagem, fora deveras interessante. Eu meio que o ajudei quando lhe dei uma boca, mas ele não duraria muito tempo na presença. Thomas o encurralou na esperança de lhe tirar informações, mas com o método convencional de tortura não conseguiria nada, afinal ele era um demônio, nenhum lugar é melhor e mais aconchegante que o inferno. Enquanto ele estava encima de mim, escutei algo, não me lembrava ao certo, eu estava correndo perigo de morte, então só prestei atenção em  como me salvar. Olhos. Apenas isso se passava em minha mente. Eu tinha belos olhos? Que meigo da parte dele. Não. Meus olhos se pareciam com os de alguém... talvez, mas quem seria.

Me aproximo de onde o capitão estava, não digo nada, apenas observo. O demônio não parecia sentir dor, e se sentisse, wow, escondia muito bem. Ele se debatia tentando se soltar, mas não teve sucesso. Como o esperado ele mesmo disse que tortura não funcionaria, mas, ele talvez falaria, mas só para ver o caos entre nós. Me retiro para onde o demônio que caíra do céu estava, sangue e miolos eram levados com o fluxo do rio, me aproveitei e o aprisionei, seria útil ter um demônio tank na gangue. Repito em um tom que apenas eu poderia ouvir.

“Deus rogo a ti
Pelas mãos de minha mãe
Que todos os demônios  se curvem
E me sirvam até o fim dos tempos”

Depois de aprisiona-lo volto para perto do grupo, me lembro que Eins ainda estava sumonada e estava escondida, abro a bolsa e a procuro. A pequenina sai flutuando e me checa da cabeça aos pés, quando se certifica que estou bem, se senta em meu ombro e se enrola em meu cabelo. Vejo a bolsa de moedas de Spark, pego-a e me aproximo do bode roxo. – Aqui estão suas moedas senhor bode, não vou precisar das suas moedas para concertar minhas bonecas, elas estão em perfeito estado.  – chego perto de seu ouvido e sussurro, para só ele possa escutar. – Se entrar na minha casa novamente ou violar minha privacidade, vou ser obrigada a fazer com que não enxergue mais. – Dou um leve sorriso e cutuco sua bochecha enquanto me aproximo de Thomas e dos outros.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
47

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Ter Jan 27, 2015 9:20 pm

Spark assistira tudo com calma e pensando em seus movimentos, viu o homem-pássaro jogar o demônio ao fundo do abismo sem dizer nem mesmo dizer nenhuma palavra, achou meio burro o jeito que o homem agiu, porém não pode fazer nada já que o mesmo não era um lutador corpo-a-corpo. Parece que logo após ter jogado o demônio em direção dos seus amigos, o homem-menino selvagem decidiu descer para checar se oque fez deu ruim poderia  ter prejudicado o grupo, após fazer um breve reconhecimento dos arredores e checar se havia algo que poderia atrapalhar a subida do grupo Spark concordou em voar mais uma vez, dessa vez seria um voou de descida.

Ao checar no fundo do abismo estavam logo atrás do demônio que havia sido joga do lá de cima, Spark não entendeu muito bem como o impacto não havia esmagado os órgãos internos da criatura ou feito ele ter algum tipo de concussão, mas ficou muito tempo pensando nisso, afinal se era encouraçado por fora poderia também ser encouraçado por dentro, ou ter algum tipo de tecido fofo dentro de suas blindagem para amortecer impactos... Anatomia demoníaca, vai entender? Assistiu seus companheiros implacavelmente derrotarem a criatura, aplaudia enquanto os brutos destroçavam a criatura com seus poderosos ataques arrasadores, mas também ria, porque sabia que mesmo que não se comparasse a eles na força ainda assim poderia acabar com a criatura de uma maneira mais eficiente e sem nem mesmo fazer sujeira.

Já estava tudo sujo de sangue e miolos quando Myra chegou para recrutar a criatura para sua coleção, mais um boneca feia para enfeitar sua casa. Não demorou muito até que a menina devolveu o dinheiro a Spark e então disse:
Se entrar na minha casa novamente ou violar minha privacidade, vou ser obrigada a fazer com que não enxergue mais


Spark segurou a mão de Myra antes que ela pudesse realmente ir embora e disse em um tom um tanto quanto sussurrado : - A senhorita acha mesmo que iria saber se eu entrasse em sua casa? Não conseguiria me ver, me ouvir ou ao menos sentir meu cheiro... A não ser que eu queira ser notado. – O bode sorriu para a garota enquanto largava a sua mão.


Após ter terminado de presenciar o show de “matança” e a captura da criatura foi se reencontrar com o líder do grupo para poder reportar oque havia acontecido lá em cima, mas ao chegar viu que o grupo de baixo também havia encontrado companhia.


- Spark veio dar noticias sobre a parte de cima para o pequeno capitão! Mas Spark vê que tem uma criatura interessante em sua “posse”. – Não percebia que voltará a falar do jeito que os escravos de seu antigo mestre falava, a emoção de novamente se encontrar com aqueles que haviam o feito tanto mal era grande de mais para que Spark pudesse notar algo tão pequeno. – Se vai tortura-lo eu tenho alguns conselhos para dar ao senhor, Spark sofreu nas mãos da raça dele, sei como fazer essas coisas falarem bem fácil. Disse o a pequena criatura enquanto tinha um terrível sorriso sádico em seu rosto.


(Post bem de bosta e sem revisão, deve estar tudo errado mas tenho sono de mais pra ver se tem erros, desculpa ter perdido 2 posts, tava doente pra caralho e acabei bugando o horario <3)
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Qua Jan 28, 2015 12:12 am

Thomas achou aquele demônio audacioso. Pegou a sua arma e ficou girando a ponta da mesma, cutucando seu braço ainda preso. O símbolo na lâmina certamente incomodava e doía, mas ele parecia disposto a resistir. Foi então que as mãos de Thomas se inundaram em chamas e seguiram na direção do rosto do demônio. Segurou com força, e queimou o suficiente para não matá-lo. Chamas sagradas deveriam doer demais. Enquanto, isso o grupo se aproximava de Darwishi. Ao que parecia, tinham derrotado o outro demônio. Dentre eles, Spark vinha com o intuito de "ajudar". Bem, isso caso ele não decidisse falar depois de todas queimaduras e cortes que Thomas fizesse nele. - Ele sabe de alguma coisa. Ele viu. Se não conseguir nada útil com ele, Spark. Mateo-o. - Concluiu, dando sua ordem. - O resto, analisem o local. Verifiquem a subida. Vamos partir em breve. - Do seu lado, Joker tinha aparecido em um momento súbito. Pelo menos ele estava bem, mesmo que Darwishi tivesse ficado todo encharcado por causa da sua queda. De resto, só pretendia ficar sozinho com Spark, na tentativa de obter algo do demônio.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
88

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por tibi em Qua Jan 28, 2015 12:57 am

Com um golpe certeiro Aharon atordoou o demônio para logo em seguida vislumbrar seus miolos serem arremessados para todos os lados por Blake -Um demônio a menos nas Terras de Deus -Sua mão estava suja de sangue, contudo a levou até seu rosto e fez o sinal da cruz, manchando-se de escarlate sua face e tornando-a ainda mais macabra em conjunto com sua cicatriz. Pendurou sua maça na cintura e voltou-se para Thomas, se aproximando do líder que, naquele momento, se ocupava em tentar extrair informações do demônio restante.

-Sim, senhor! -Ao ouvir as ordens de Thomas, Aharon se afastou dele e foi para onde encontraram o demônio tatuado pela primeira vez, escolhendo aquele local para iniciar uma busca por alguma pista que nem ele mesmo sabia explicar. Não se estenderia muito naquela tarefa, procurando no máximo em um raio de 10 metros do local para depois se ocupar em encontrar um caminho que os levassem para o topo daquele paredão de pedra ou, possivelmente, alguma outra passagem secreta. Até aquele ponto Aharon não dissera nada, mas desconfiava que se seguissem um caminho óbvio demais apenas encontrariam armadilhas e emboscadas em sua viagem. Caso encontrasse essa passagem alternativa, informaria discretamente Thomas sobre ela, enfatizando sua preferência pela mesma.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
13

Data de inscrição :
11/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Qua Jan 28, 2015 8:56 am

Havia recebido permissão de seu pequeno líder para brincar com o demônio tatuado, assim que ouviu as ordens de tomas Spark se pediu um momento e se retirou ao canto, cavou um buraco no chão e o encheu com pedaços de seu pelo pra impermeabiliza-lo, pegou um pouco da agua do rio e encheu o buraco com ela, ficou lá sentado de pernas cruzadas rezando sobre a agua por cerca de dez minutos, após terminar de rezar, fez um pequeno corte no seu polegar da mão esquerda e deixou uma gota de sangue cair sobre a agua, ao tocar a agua o sangue se espalhou e se dissipou como se tivesse sumido, isso era a prova que tudo havia dado certo e tinha ali com sigo uma pequena quantidade de agua benta. Spark pegou uma de suas adagas e molhou a ponta na agua benta, se aproximou do demônio e começou a fazer pequenos cortes em seu corpo, ao invés de sair sangue dos cortes feitos uma fumaça branca e sem odor escapava deles.

- Tá tudo bem amiguinho, sei que ainda não dói, Spark só esta começando a brincar com você.

Spark pediu para que um dos grandalhões da equipe quebrassem os chifres do demônio, talvez o chifres daquela criatura fossem assim como os de Spark e os do demônio que havia caído do abismo e realmente servissem para alguma coisa. Após seus amigos quebrarem os chifres da criatura Spark voltou até a poça de agua benta e mergulhou uma de suas adagas nela, voltou até o demônio e a cravou um pouco abaixo de seu tórax, um lugar onde seria bem desconfortável sentir dor porém não faria nenhuma ferida “mortal”, sabia que aquela dor não seria suficiente para fazer o demônio falar... na verdade ele se negava a acreditar que seria. Spark viu que as feridas começavam a parar de deixar vapor escapar, e então foi até a poça, pegou a agua benta com as mãos e jogou sobre o demônio enquanto gargalhava, nada mais da agua restava, apenas seus pelos que se encontravam no fundo do buraco que ele havia feito para guardar a agua, pegou os pelos e os picotou em partes pequenas enquanto os seguravam, caminhou lentamente até o demônio com suas mãos fechadas e disse:

- Eu tenho um ultimo presentinho pra você, sei que vai adorar essas sensação. Não tem porque se preocupar, já fizeram isso comigo antes e aqui estou, vivo e causando dor.

Spark pegou seu pelo molhado e apertou contra o nariz do demônio fazendo ele respirar o pelo encharcado de agua benta, fazendo assim sentir uma queimação pelo corpo todo.

O sátiro estava se divertindo bastante com aquilo que estava fazendo, deu uma pausa para o demônio tentar falar e se regenerar um pouco, caso o mesmo resolvesse não dizer nada iria até o rio novamente preparar mais agua benta para mais um pouco de diversão antes de mata-lo.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Qua Jan 28, 2015 11:22 pm

Executioner
"Death come to all of us"



Sentia o coração aos breves saltos após a manobra, tinha de fato conseguido escapar dos cães e a água que nós cercava não parecia mostrar sinal de nenhum deles, talvez não tivessem saltado, ou talvez a água fizesse algum mal a eles. De toda forma, não parecia ter sido o único que fora atacado. Assim que minha aterrissagem forçada tinha seu fim, podia ver que o grupo tinha lidado com dois outros demônios, ambos de aparência física e palpável, se tivesse a liberdade de escolha em muito preferia os demônios que podia ver aqueles que eram invisíveis aos olhos. A sensação de ter saltado do penhasco era prazerosa a sua forma, louca na verdade, mas ainda assim sentia a adrenalina percorrer o corpo como poucas vezes, uma sensação única, difícil de ser descrita. Era quase como se desejasse repetir a façanha, mas temesse fazê-lo. De toda forma, evitaria saltar de penhascos daqui em diante. O grupo tinha derrotado os dois guerreiros quando me aproximava deles. Spark parecia pronto para iniciar uma sessão de torturas enquanto o restante esperava as respostas.

-Há cães infernais naquela caverna, dúzias pelo que posso estimar. Os prendi através de um desmoronamento, mas alguns conseguiram escapar, ainda assim não acredito que as pedras poderão mantê-los presos por muito mais. Falaria ao capitão observando a cena da tortura, manteria primariamente imóvel, sem reação, aquilo era de fato uma perda de tempo, demônios não costumam falar ao serem coagidos, o que os espera se o fazem é muito pior do que a dor que os vivos podem causar. Ainda assim manteria-me quieto, observando até que julgasse que aquela tortura bastava, não desejava perder mais tempo, tampouco desejava que as criaturas saíssem de sua prisão ou reforços fossem enviados, aquilo era apenas o começo do trajeto, perder nosso caminho seria lastimável. Quando meu limite auto imposto de tempo fosse atingido, sacaria a espada que levava a cintura, e perfuraria o demônio, uma estocada limpa e rápida em um ponto vital, um golpe que encerraria de uma vez por todas aquela situação. - O tempo não parece estar a nosso favor, creio fortemente que devemos nos apressar.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
63

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Sex Jan 30, 2015 12:27 am

- VAMOS LÁ! MAIS ! ME DÊ MAIS DISSO ! - Gritou como podia através da mente, e aquilo de certa foram era irritante, mas ele parou de falar e provocar quando fogo sagrado queimou seu rosto, deixando sangue escorrer por toda sua face e descer pelo seu pescoço. Sangue negro, alguns demônios o tinham dessa cor. Ainda sim ele não tinha falado, então Spark chegou ao lado do pequeno capitão - O quê? o baixinho ai é o próximo? PODE VIR! - Então começou a rir como se tivesse ouvido a piada mais engraçada do mundo, ao que parecia demônios também tinham senso de humor. Spark preparou alguma água benta para fazer o tatuado falar, quando a água tocou o corpo da criatura fumaça se espalhou pelo local como se a água tivesse sido fervida a milhares de graus, então o ouviram gritar, e depois rir, ou aquele demônio era retardado ou realmente estava aguentando. Quando Blake quebrou os chifres dele ele pareceu perder as forças e cair, talvez realmente tivesse sentido dor com aquilo. Mas ele levantou a cabeça e riu, mesmo sem forças, em seguida água benta caiu sobre ele e se fosse um demônio mais fraco aquilo provavelmente teria feito ele derreter até a morte, mas aquela criatura resistiu bem. - Você é tão fofo - Disse em resposta ao bode azul quando ele falou sobre ter um presentinho, quase sem forças.

Quando conseguiu respirar ar normal tomou um pouco de tempo para conseguir falar novamente, o olfato do monstro era um pouco melhor que o normal, não chegava a ser tão bom quanto o de Spark mas ainda sim era mais sensível, então o que aconteceu fora sangue saindo através de todos os buracos que tinha na cara. - Você... É... Criativo... - Disse, e se ele pudesse sorrir sorriria, mas não tinha boca para isso, antes que Spark pudesse jogar mais água benta contra o demônio ele começou a falar. - O Homem das correntes, ele tem um colar de corrente, e é feio - Disse como se soubesse algo sobre beleza. - Sai de perto de mim vadia loira - Falou direcionando-se a Joker, e morreu algum tempo depois que o tenente o finalizou. Ele se fez em pó, caindo na água do rio, não que isso impedisse Myra de o obter também, se ela quisesse.

Em quanto os três davam sua atenção ao demônio Aharon tinha se separado para dar uma olhada no local, e procurar passagens secretas, esperto. Quando se aproximou de Asgard achou um desenho na parede do abismo, era pequeno o suficiente para que alguém só notasse se procurasse por algo. Ao passar a mão por ele o desenho se apagou e aquela parte da parede começou a se desfazer, abrindo uma fenda, blocos de pedra se afastaram uns dos outros e um barulho irritante fora escutado por todos, no final um caminho por dentro das paredes do abismo tinha se formado, vento escapou através da passagem, era quente lá dentro, ainda sim, existia bem pouca iluminação no local, a qual era reduzida apenas a archotes pendurados no grande corredor logo a frente. Latidos, ouviram latidos vindos de longe, e de dentro da parede. Joker foi o primeiro a reconhecer o barulho dos cães infernais. Agora o grupo tinha de tomar uma decisão: Seguir em frente pelo novo caminho ou continuar escalando a parede. Nem um dos dois era realmente chamativo, mas tinham de escolher logo.

Myra estava pensativa quando ouviu uma voz em sua cabeça - Eu tomaria cuidado com essas cavernas, cães infernais, nada legal. - Era a voz de um homem, não sabia o que era mas a sensação era exatamente como a de uma esquizofrênica, de uma coisa ela tinha certeza: Não era a voz do demônio morto a pouco tempo, se procurasse por algo ou alguém não acharia nada.




Prazo: 3 / 01 - 3:00
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
153

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum