Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Ter Maio 26, 2015 11:49 pm

Os olhos de Thomas fuzilaram Crowley com uma potência e ferocidade absurda. Joker tinha agido de maneira imprudente e pagou o preço. Os olhos de Thomas não se agradaram ao ver aquilo. O primeiro impulso foi pular em Crowley, mas sabia que não tinha como vencer. Além do mais, tinha que lembrar que aquele plano era falso até então. Entretanto, ver um companheiro morrer na sua frente não era algo que Thomas pudesse se orgulhar. Nem que queria que acontecesse, então preferiu que isso não acontecesse de novo. - Blake, recue. Agora. - Thomas, desde o início tinha aberto opções aos seus homens. Sempre disse que eles podiam trilhar o caminho que quisessem, assim como Asgard e Aharon fizeram. Mas dessa vez a voz de Thomas estava séria. O garoto por si só já tinha uma voz relativamente grossa para sua idade, então o tom só ficou mais grave e sério. Quando Blake travasse os movimentos, Thomas andaria ficando entre o Guardião e Crowley, apenas para garantir que ele realmente não tentaria fazer alguma besteira. Olhou para o Príncipe e disse, sem delongas, de forma séria. - Você está incomodado com alguma coisa. Não veio até aqui somente pra dizer que não vamos conseguir. Ninguém tinha conseguido chegar até aqui antes, não é mesmo? Lúcifer está com medo? Você é o cachorrinho que ele enviou para nos amedrontar? Não vai dar certo. Eu não sou um humano qualquer, Crowley. Você realmente tem que sentir medo. Então fale logo o que quer, antes que eu mude de ideia e te mande de volta pro buraco de onde você veio. - E finalizou, esperando a resposta do demônio. As palavras de Thomas saíram ácidas. Sabia que poderia entrar numa briga, mas tinha a quase certeza de que Crowley não atacaria porque precisava de Thomas para alguma coisa. E mesmo se atacasse, Darwishi acreditava que poderia dar combate para sobreviver por mais alguns minutos e pensar em alguma coisa.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
79

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Dom Maio 31, 2015 11:38 pm

Atacava, tinha de atacar. Se era o descontrole demoníaco que me esperava, preferiria morrer de pé sendo o humano que era, do que viver o bastante para ser controlado por aquele ser. A mim era algo claro, limpo como a superfície, apenas para mim. As cartas que arremessava contra o demônio de nada adiantavam, todas eram repelidas com aquela magia diabólica que a criatura possuía, mas ainda assim avançava, estava a um passo de fazê-lo tocar minha lamina, era ai que era parado. Com um único movimento era movido à força por Blake, um puxão que me atirava metros atrás em confusão, um movimento que me deixava atordoado e dolorido o bastante apenas para esperar o que vinha a seguir.

Como nevoa a criatura se materializava a minha frente, tentava golpea-lo, mas ele era mais ágil, sua mão atravessava facilmente meu peito. A dor de ter o próprio coração arrancado do peito é simplesmente indescritível, sentia como se um milhar de laminas atravessasse minha carne, estava com medo, sentia frio. Seria o derradeiro fim? Sentia o sangue escorrendo do peito para saber que estava perdido, a dor era uma marca da realidade, não acreditava que algo assim pudesse ser fingido. Ao menos tudo teria um fim agora, poderia encontrar o restante do batalhão como um humano, cairia ao inferno, sabia disso, mas ao menos cairia em meus termos. Poderia finalmente repousar a vista, não tinha mais missões nem guerras pra travar.

Era isso que pensava, e estava errado. Acordava assustado com todas as lembranças do que tinha acontecido, a dor não deixava as marcas em mim, tinha certeza de que havia partido, mas ainda estava lá. Onde estava certamente não era o inferno, podia ver tanto o capitão quanto Blake ao meu lado, estávamos vivos, mas apenas eu desperto. Myra também estava lá, mantinha consigo o controle sobre a criatura encouraçada, assim como a companhia de um terceiro ser. Tinha muitas perguntas, mas assegurar a vitalidade da dupla me era o principal objetivo. Aproximava-me de Thomas e começava a chacoalha-lo em busca de alguma reação.

- Capitão, acorde, capitão.  Buscaria nele focos de magia, assim como verificaria o grimorio que carregava comigo, se houvesse magia presente no humano, tomaria a carta do Tolo que havia guardado, se estivesse certo tudo havia sido um delírio, talvez uma premonição, algo estranhamente real, no pior dos casos apoiaria a carta contra o peito do capitão, buscando anular qualquer efeito mágico que o atormentasse.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
57

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Sex Jun 05, 2015 11:23 pm

Myra havia libertado o Turech que logo após ser solto simplesmente empurrou o portão, foi um tanto quanto burrice da parte da garota não ter ido checar isso, mas oque aconteceu já tinha acontecido.  Assim que o portão se abriu algum tipo de mecanismo se ativou fazendo o lugar todo mudar, muito barulho por todo canto, Spark que já estava exausto quase desmaiou, mas teve que resistir pelo bem de sua missão, afinal era um profissional. O demônio desapareceu deixando um rastro a ser seguido, e assim o sátiro o fez, seguiu o mesmo pelo o esgoto até chegar a uma sala estranha, pode ouvir a voz do demônio ecoar pelo lugar enquanto dizia:

- Tenho presas, e pelagem e caso mude a primeira letra de meu nome, tornarei-me meu pior inimigo, o que sou?. -

Uma charada bem boba e fácil de se acertar, presas, pelo e nome similar ao inimigo natural, automaticamente juntou na cabeça as palavras chaves Gato e Rato e exclamou ainda invisível.

- Gato! Você é um gato! Mas pra que uma brincadeira tão infantil? Te libertamos demônio e temos amigos desacordados, demonstre algum respeito por seus salvadores!  - Após dizer essas coisas viu que havia cometido uma tolice, o sono e o cansaço o haviam feito revelar sua posição, um erro que poderia ser fatal para ele e seu grupo caso estivesse rodeados de inimigos.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Qui Jun 11, 2015 11:26 pm

Turech fora libertado e em um simples empurrão, a porta deslizou, assim abrindo caminho para podermos passar. Fiquei perplexa claro, não por Turech ter aberto-a tão facilmente, mas sim pelo minha falta de atenção, deveria ter pelo menos tentado abrir a maldita porta, mas o demônio enclausurado havia capturado minha atenção e me esquecido da porta por um tempo.  Os ruídos que tomaram o local eram incomodantes, pude ver pela reação de Spark, já que era meio animal, sua audição era amplificada...mas eu estava rindo por dentro, bem feito para ele, quem mandou ser um pervertido.

A passagem era estreita, cabia uma pessoa por vez, o demônio encouraçado teria de ser mandado embora, e sobraria para Spark e Joker levarem o capitão e Blake até o outro lado em suas costas, era isso ou ficaríamos ali. Logo após atravessarmos o corredor, pude ouvir a voz de Turech novamente.

- Tenho presas, e pelagem e caso mude a primeira letra de meu nome, tornarei-me meu pior inimigo, o que sou?. -

Sem demoras o sátiro deu sua resposta, me surpreendi, pois o mesmo nunca dizia nada, e apenas se escondia, poderia ser um risco, pois agora sabiam quantos de nós estávamos acordados. Um gato fora a resposta, mas será que encontraríamos um gato gigante no caminho?
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
44

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Sab Jun 13, 2015 6:25 pm

@ Thomas e Blake

O Demônio sorriu. – Você acha que tem escolha? – Ele largou a espada no chão e caminhou até Thomas, pousando a mão enluvada sobre o ombro do garoto, e Thomas sabia de alguma forma que ele não o atacaria – As respostas que procura, estão atrás daquela aquela porta – Ele mais uma vez apontou para o grande portão de ferro com três entradas para chaves atrás de si. – Agora vão, vocês dois tem alguém para matar – Ele empurrou Darwishi com uma força absurda para as trevas, e Thomas e Blake se viram mergulhados em água.

@ Thomas, Blake, Joker, Myra e Spark.

Os dois que ainda dormiam despertaram com um susto, estavam molhados e com um leve frio sobre o corpo, não sabiam realmente como tinha indo parar ali mas reconheceram o lugar como um tipo de esgoto, e logo notaram a presença do resto do grupo.

Um risinho ecoou no local, e uma porta se abriu na parede atrás de Spark – Esse é o caminho que vocês procuram – Disse a voz do demônio que Myra havia liberto, a passagem era estreita e pequena, obrigando que passassem um por um, mas para os menores ( como Thomas ) aquilo não seria problema. O beco levava a escadas feitas de pedra que se direcionavam a um salão. Um local que não parecia sequer conectado a atalaia ou aos esgotos devido a sua beleza.


Eram oito cadeiras em volta da mesa e uma na ponta, que aparentava ser um trono. A mesa no entanto, não era qualquer mesa. Era extensa e feita de ferro, tinha uma espécie de espelho no centro que conforme o grupo se aproximava transformava-se em água, jorrando para dentro como uma cachoeira, podiam se quisessem até mesmo toca-la e mergulhar no que quer que fosse aquilo. Haviam algumas caixas de ferro fechadas e posicionadas próximas a parede, atrás do trono havia um altar elevando um tipo de manequim segurando uma armadura.

O metal não parecia com qualquer um que haviam visto antes, mas era repleto de cortes e sinais de batalha, alguns pareciam cortes de lâminas e outros pareciam garras mas apesar do desgaste ainda era bela, havia uma pedra azul posicionada no centro da armadura, e por algum motivo ela brilhou intensamente e ao mesmo tempo que o anel de Darwishi. As ombreiras eram semelhantes a dragões e os detalhes eram semelhantes a arquitetura da sede em Valiheim.

- Mestre ? – Chamo uma voz meio humana meio rugido

foi só então que notaram que a porta atrás de si havia se fechado, não havia volta. Mas não ouviram ninguém se aproximar, exceto um pequeno gato branco que pulou na mesa e miou na direção de Myra. Ele começou a contornar a água na mesa lentamente até a direção deles.

@ Asgard

Por mais que o cansaço o atingisse com força, escolheu aproveitar em quanto podia para ler os livros da biblioteca e tentar aprender algo. Os dois já tinham dormido quando Asgard ouviu barulhos do outro lado da porta da biblioteca, as vezes latidos as vezes passos pesados que faziam a mesa tremer, mas nunca passaram de apenas sons. Aprendeu algumas coisas em quanto lia os livros. Eram vários e de diversos assuntos, alguns falavam sobre criaturas não demoníacas, outros falavam sobre magia e alguns falavam sobre engenharia.

O Guardião aprendeu como criar bombas de água benta e explosivas, além de descobrir como prender demônios e produzir óleo sagrado, a única coisa que era capaz de prender criaturas divinas... Pelo menos, era isso que contava o livro. Também aprendeu a como usar símbolos para encantar armas. Produziu o que pode com o que conseguiu achar, alguns metais, ferro e coisas do tipo.

( + 3 Bombas Explosivas com impacto aumentado )
( + 3 Bombas “ Sagradas “ )
( Agora as armas podem ser encantadas temporariamente para causar dano extra em criaturas malignas )

A espada “divina” brilhou quando sobre o papel.

“ Posso senti-las agora, distantes... Uma delas em uma fortaleza, cercada por demônios e criaturas vis, ordenados por um que chamam de Agares, uma criatura poderosa a qual eu ainda não posso derrotar mas quando todos estiverem juntos, talvez nós consigamos. Deixei o espelho do destino para o cavaleiro, com sorte Rafael a guiará para o espelho e os juntará, ainda estão fracos e nenhum de nós e capaz de alcança-los... Mas brevemente, talvez consigamos... Ó Castiel, onde estás agora? “

A escrita tinha sido revelada e... Não traduzida, mas Asgard conseguiu entender cada letra do papel como se lesse um texto na própria língua. Após dormir sentia-se descansado, não dava para saber que horas realmente eram afinal não havia muita luz ali a não ser o fogo aceso, alguns minutos depois os dois novos companheiros já estavam acordados

- E ai? – Perguntou Darius, Christine estava inquieta mas preferiu ficar calada.




Imagens:
Armadura
salão
gato

__AOD__
Death is Coming for Everyone and Everything... A Darkness that Will Swallow the Dawn
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
152

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Ter Jun 16, 2015 11:38 pm

As palavras de Crowley não fizeram sentido algum ao pequeno que subitamente foi arremessado por entre a escuridão. Quis falar mais alguma coisa, quis entender o que Crowley estava querendo dizer. Aquela calma em não querer lhe atacar era errada. Existia algo erro em tudo aquilo e Darwishi odiava se sentir como uma marionete. E era assim que se sentia naquele momento. Lhe faltavam informações e poder de combate e isso não melhorava a situação do grupo. Contudo, não tinha outra escolha naquele momento a não ser aceitar as trevas.

-----------

Acordou com um salto. Estava ofegante e com os olhos arregalados segurando o cabo da espada com força. Notar Joker ao seu lado lhe aliviou de certa forma, o que significava que todos estavam bem. Contudo, não estava mais no quarto. Olhou pra cima e viu o buraco que existia no teto. A Atalaia era mesmo muito grande e tudo isso estava acontecendo numa só noite, onde supostamente no dia seguinte os homens de Darwishi teriam de lutar para tomar o controle daquele local. Contudo, uma ideia já passava pela mente do Capitão. Afinal, porque esperar tanto tempo assim? Depois de toda aquela destruição e aura negativa, com certeza a presença deles ali não era mais querida e de uma coisa Thomas sabia: antes de sair dali ele queria a verdade sobre tudo e todos os recursos para seguir viagem, em outras palavras, queria a Atalaia para si.

Notou também que Myra estava ali, mas não encontrou Spark. De qualquer forma, o grupo estava reunido e isso era importante. Não teve muito tempo pra saber onde estava e uma figura em peculiar acabou os direcionando para uma espécie de sala secreta. O ambiente destoava da Atalaia pela arquitetura do local que por sinal, era muito bela. Thomas sentiu-se incomodado em cima daquela criatura e acabou descendo dali rapidamente. Gostava do solo e de sentir em um local que confiasse. Logo, porém, que adentrou mais ali, sentiu seu anel brilhar e mais alguma coisa na sala também brilhou: uma armadura. Thomas olhou para aquele design e definitivamente aquilo era de alguém de Valliheim, contudo, era antigo, não se comparando com os uniformes novos que Joker estava usando por exemplo. Mas aquela voz despertou seus sentidos e se colocou em guarda logo que a porta atrás de si se fechou.

Olhou para frente e observou aquele gato suspeito. Mediu seus passos e se preparou. Crowley já tinha lhe avisado que enfrentaria alguém e Thomas já não duvidava de mais nada naquele mundo
.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
79

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Qua Jun 17, 2015 9:08 pm

Agradava-me observar a vida retornando aos corpos do capitão e de Blake. Com cautela, poderia perceber que havíamos sido dispostos naquele esgoto, carregados logo após sermos todos dopados. A questão que restava era clara, teriam sido incensos que haviam nos feito tombar, ou talvez magia pura? A atalaia era repleta de mistérios, não tinha como me dar ao luxo de simplesmente, supor nada naquele lugar, precisava de certezas concretas, e para isso buscaria pistas concretas, não pensamentos, apesar de que a presença anterior do demônio ainda era inquietante, perfeita demais para ser simples coincidência, se estivéssemos apenas sendo guiados em um caminho, qual seria a diferença entre porcos que corriam as cegas para o abate? Teria nossa missão um real avanço? Começava a duvidar amargamente de tudo que nos cercava.
Como se tudo não bastasse, o ultimo avanço me fazia sentir algo simples e puro, neste exato instante tinha o espírito maculado pelo medo. Não temia minha morte, não tinha razões para ter medo da morte de meus companheiros, sentia algo mais profundo, mais inato. Tudo que podia sentir era receio sobre meu próprio ser. Já havia sentido minhas forças se descontrolando antes, em meu ser sabia que estava a momentos de simplesmente apagar, logo não existiria mais o Tenente Joker, não seria mais digno do codinome nem da patente. Sabia como tudo terminava, meio-demônios eram instáveis por natureza, o treinamento de nosso pelotão apenas encurtava a vida dos sobreviventes, se não fosse o campo de batalha a nós matar, nossas próprias capacidades o fariam, não demorava a tudo de humano ser consumido. Com sorte teria algumas semanas, meses quem sabe, no pior dos casos não passaria de alguns dias, deveria ser tempo o bastante para a missão que vinha tentando cumprir. Tinha as palmas soadas e tremulas, não passava bem, não com a probabilidade de outro ataque, mas tinha de continuar seguindo.
Myra havia descoberto uma passagem, seguíamos por ela. Era estreito, e nos direcionava diretamente a um salão, não tinha como saber onde havíamos ido parar. Um local belo, repleto de segredos trancados, seu maior era uma armadura ornamentada localizada por detrás de um trono. A mesma armadura que reagia ao anel do capitão, sendo a suspeita causa do que acontecia. Uma voz surgia, alarmava-me, forçando com que sacasse a arma e encarasse a figura duvidosa que se punha em nosso caminho, aparentemente um pequeno gato branco. As portas se fechando, a voz que chamava por seu mestre, até mesmo a forma como o animal surgia no meio do nada, tudo fedia a magia. E já havia ganho surpresas demais.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
57

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Sex Jun 26, 2015 10:34 pm

Ainda não acreditava que havia tanto conhecimento perdido em um lugar como aquele, não por ser uma ruína, mas pelo simples fato de tudo aquilo está atrelado e preso em um único lugar ao invés de ser divulgado para o mundo, talvez não tivesse tantas perdas se a maioria soubesse como se proteger de forma mais efetiva. Tentei ainda o máximo que pude continuar lendo mais livros, mas minhas pálpebras pesavam demais, o corpo rígido por vários fatores (estresse das batalhas, ansioso por mais conhecimento), tudo exigia demais. Simplesmente apaguei em cima de um dos livros.

Abri os olhos rapidamente em alerta, mas ainda estava em segurança naquela sala. As pupilas dilataram em busca de luz, para saber o horário, mas era impossível saber. Darius e Christine pareciam me observar dormindo, ambos inquietos, cada um demonstrando de sua forma, mas ainda não tinha planejado nada e nem descoberto nada como uma rota de fuga, somente aprimoramentos para batalhar...mas aquela escrita no pergaminho.... Um diário de bordo ou carta para alguém, era somente um pedaço, mas deixava um grande alerta em mente com os nomes citados.

- Bom, talvez consigamos derrotar as criaturas presentes nesse lugar... mas continuar presos aqui. – Uma breve pausa cogitando pelas possibilidades de poder explodir alguma parede que Darius conhecesse ser a mais próxima do ambiente de fora, e antes que falasse sobre acabo-me lembrando de algo esquecido. – Quando Christine apareceu, peguei essa chave em uma das tumbas, estava dentro da tumba de um dos nossos... Deve ter sua utilidade, mas ainda não descobri. E antes que me esqueça, algum de vocês tem conhecimento pelos nomes Agares, Rafael e Castiél?

Escondia informações deles por ainda não confiar totalmente, pois ficar preso em um lugar repleto de criaturas querendo sua carne pode trazer o pior lado do ser humano, mas eram os únicos junto a mim, tinha que compartilhar alguma coisa com eles para poder receber o que eles tinham a compartilhar também. Em via das dúvidas, três bombas melhoradas em uma só mão...e dessa vez não seria o único a ser prejudicado, muito menos a sofrer somente com a perda da mão.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
58

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Sex Jul 03, 2015 6:21 pm

O silêncio era absoluto fazendo com que a cautela de Thomas e o sacar de espada de Joker parecessem... Idiotas. O pequeno gato não se moveu, apenas ficou observando o grupo que entrava pouco a pouco no salão, aparentava realmente ser apenas um animalzinho. Antes que o capitão pudesse se aproximar mais o pequeno felino saltou da mesa e correu para um dos cantos do salão, o piso onde estava se afundou e o que estava afrente desse também, e o outro, acabaram formando uma escadaria para algum local mais abaixo, para onde a pequena bola de pelos se dirigiu, e quando não o viam mais ele miou.
- Nomes? – Não conseguiram identificar de onde viera a voz mas certamente não era de dentro da cabeça deles.

E novamente o silêncio vazio, até que uma sombra começou a tomar forma, flutuando sobre a mesa sem tocar na água. O ser se materializou completamente e aqueles que já haviam o visto antes o reconheceram, Turechi estava ali novamente, visível.

- O guardião desse local aguarda vocês – Ele então indicou para as escadarias e flutuou até Joker – Acredito que será de bom uso para ti – A esfera metálica que se pendurava em suas correntes se abriu e dela saltou um colar, que parou na frente do tenente, era um daqueles que podia ser aberto. – Mantenha-o sempre fechado, e ele sugará seus pesadelos – A criatura sem esperar uma resposta afastou-se e foi até as caixas de metal encostadas na parede, e empurrou-as para cima da mesa com uma espécie de telecinese, postas à borda para que não caíssem na água. Eram cinco caixas, todas trancadas. – O guardião dará a vocês as chaves, precisarão se quiserem derrotar o corrompido – Ele então sumiu transformando-se em um anel liso e de coloração preto, opaco. O anel flutuou até Myra.

- Aceite-me e estarei sempre com você, minha senhora – Ele anunciou, aparentemente mesmo sem assumir forma podia falar.

O cansaço de Spark parecia afetar ele cada vez mais, mas ainda de pé Spark conseguiu ver algo... Mas não era simplesmente ver algo, a visão dele alterou de forma radical, e de repente estava vendo... Através das paredes? Não era algo que podia controlar, era como os olhos embaçarem repentinamente e voltarem ao normal. O que tinha visto no entanto era duvidoso, corpos espalhados por dentro da parede, alguns com partes do corpo faltando, alguns pareciam adormecidos, todos em posição de descanso. E estavam por toda a estrutura em volta deles, não conseguiu ver o que havia escada abaixo mas conseguiu ver pelo teto, os soldados da atalaia ainda procuravam por eles, se preparando para descer para os esgotos. Os olhos voltaram ao normal, junto com a suave dor de cabeça.




ASGARD

Os dois escutaram atentamente, prontos para partir ao comando de Asgard. – Essa chave... Já vi ela em algum lugar, mas não me lembro muito bem – Comentou Christine – Talvez a Atalaia, ou algo aqui embaixo, é difícil saber, lembra-te ao menos de quem era ? – Quis saber a garota. Darius deu alguns passos para frente – Existe um grande portão trancado aqui embaixo, mas por mais que tentasse não consegui abrir ele, está reforçado a magia, posso levar-te até lá se achar que vale apena verificar, e então podemos seguir direto para a saída – Christine não pareceu gostar muito da ideia – E oque acha que vai ter de valioso lá dentro? Provavelmente só vamos encontra mais pilhas de livros ou algo do tipo – Ela terminou a objeção. Darius virou-se para Asgard mais uma vez – É a sua decisão –

A garota voltou a falar com rapidez – Agares... Esse é o nome de um dos filhos do caído se bem me lembro das lições dos guardiões... Existe uma fortaleza que chamam de Fortaleza de Agares, é um local repleto de demônios... Nenhum guardião chegou tão perto para saber o que tinha lá dentro, é realmente uma fortaleza de criaturas infernais... E Raphael não seria um dos três arcanjos? -

Antes que a conversa pudesse continuar ouviram um baque surdo mas violento o suficiente para abalar a estrutura daquela biblioteca, algo havia certamente se chocado contra a entrada. E com força. – Em nome de deus – Disse Darius já se pondo em posição de combate. Christine se pôs em posição também, arranjou um arco posto detrás de uma mesa e mirou na direção da porta... E novamente o baque surdo, um som semelhante a um aríete batendo contra uma muralha. E os três sabiam de uma coisa: A entrada não aguentaria muito mais tempo.




Imagens:

Medalhão Joker

__AOD__
Death is Coming for Everyone and Everything... A Darkness that Will Swallow the Dawn
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
152

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Ter Jul 07, 2015 12:32 am

Os observei enquanto falavam para absorver e cogitar sobre os assuntos abordados, mostrando em suas vozes suas verdadeiras faces de desespero pelo socorro de alguém. Tinha em mente de não ser a melhor pessoa para comandar aquele grupo, por conta de estarem no desespero de sair dali.

- Não lembro com toda a clareza, mas era alguém de alto escalão por conta de suas vestias, além do seu túmulo extravagante e exagerado. – Via Darius se aproximando com algumas informações não tão agradáveis: Um portão selado por magia em um local como aquele. A ideia era relativamente boa por não termos muitas opções, mas se estava selado por magia, algo realmente tinha que ficar do outro lado da porta. Acho que todos pensaram a mesma coisa de que aquilo não era uma boa ideia. – Hum... Talvez a chave tenha algo a ver, mas pensemos melhor.

Obriguei-nos há passar um tempo calado para poder pensar em possibilidades, saber sobre a porta era o que me deixava mais intrigado para saber o que havia por lá, mas um sentimento em comum a Christine pairava pelo corpo todo, uma agonia de que algo daria ruim. Talvez fosse somente o fato de lidar com as criaturas fora daquela área segura. A escrita assombrava minha mente vez ou outra por agora ter o conhecimento de um forte repleto de criaturas malignas...E se o portão fosse uma das entradas? E se... Um estrondo chamou a atenção.

Darius e Christine se puseram para o ataque e somente vacilei com a cabeça para o lado devagar, ainda saindo dos pensamentos para chegar à realidade. O segundo estrondo me fez entrar em alerta e levantar rapidamente da cadeira.
- Caso alguém esteja disposto a entrar em combate contra algo dessa força, fique a vontade. – Disse arrumando as poucas coisas que estavam no chão e colocando no corpo, seguindo em direção a Darius tanto no movimento quanto no olhar, como forma para ele mostrar o caminho. – Quando a opção te escolhe melhor seguir até mesmo a pior opção que tiver em mãos. Sei como se sente Christine. – A olhava com um ar de real compreensão do que ela passava. – Mostre o caminho Darius, espero que essa chave sirva para nossa glória.

Com tudo pronto, assegurava uma das novas bombas para caso o monstro consiga invadir antes que escapemos, tacaria nele para causar o máximo de dano e nos deixar invisíveis por alguns instantes.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
58

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Sex Jul 17, 2015 9:46 pm

A situação era complicada. Contudo, depois que aquele gato sumiu, Darwishi pareceu ficar mais calmo, mesmo que ainda atento àquele local. Aquilo de alguma forma não agradava ao Capitão. Iria se direcionar para pegar a armadura, mas se conteve quando uma certa criatura apareceu na mesa. Rapidamente sacou sua arma e se preparou para qualquer ação, mas ela não parecia estar procurando confusão, além do que se mostrava ser amigo de Myra. Talvez algum de seus demônios? Não saberia dizer, mas depois de ver que aquele ser não lhe faria nenhum mal, ele simplesmente decidiu ignorá-lo e seguir de vez até a armadura. Sabia que de alguma forma ela tinha tido uma conexão com seu anel e talvez aquela armadura pudesse lhe mostrar outros caminhos e formas de compreender as coisas novas que surgiam em seu caminho.

Antes de descer, deu uma olhada no grupo. Pareciam cansados. Não tinha dormido fazia quanto tempo? Um dia? Dois? Seu olhar se demorou em Joker e acenou positivamente para que ele ficasse mais tranquilo naquela situação e o acompanhasse e assim o fez com os outros membros. Era bom saber que estavam todos juntos mais uma vez. Isso acabava tranquilizando o Capitão, uma vez que tinha se separado de Aharon e Asgard e já não podia contar com a sorte de vê-los dali em diante, mesmo que uma chama de esperança ainda permanecesse acesa. Esperança era o que Thomas tinha como salvação para aquele mundo e não iria descansa enquanto não estivesse com o seu objetivo completado. Contudo, tinha mais um motivo pra estar contente de ter o batedor ao seu lado. - O que descobriu por aí, Spark? - Perguntou-lhe calmamente.

Depois da resposta, o Capitão indicou que todos deveriam descer, tomando ele à frente anunciando seu nome. - Thomas Darwishi, o primeiro a descer. - E então seguiu, esperando que seu time estivesse logo atrás e que as coisas ali pudessem resolver. Sabia quem era o corrompido de quem aquele ser que se materializou falava. E se precisávamos da ajuda de outra pessoa para derrotá-lo, era porque não seria tão fácil quanto Thomas tinha imaginado. De qualquer forma, a Atalia ainda era um ponto de referência para Valliheim e retomá-la era uma questão de honra.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
79

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Frist em Seg Jul 20, 2015 2:53 pm

I'm Back Bitchies!!



Imagens...
Sombras se mexendo...
Sons confusos...
Rostos de pessoas conhecidas...
Um Demônio dos fortes...


Muita informação para ser assimilada, por alguns momentos mal se lembrava de quem era ou oque estava fazendo, estava envolto em trevas e o que o desesperava era a calmaria e a tranquilidade que sentia, parecia estar em paz. Mas aquilo não parecia certo, uma lembrança, estava a cumprir uma missão  importante, talvez a mais importante que já teve, daria sua vida para cumpri-la. Sentia o metal sob seus braços, algo maligno estava selado por baixo dele, um poder que o amedrontava, um poder que ele sabia ser maldito, porém necessário, "Abra os olhos... Abra os olhos... Isso, isso... agora enxergue... volte a si... quem mais cuidara daquele grupo se não você?! Eles são seu dever!!!" E Blake retomou a consciência, olhou a sua volto e não entendeu a cena que se passava, primeiro um gato estranho e finalmente todo o seu grupo, ou quase, novamente reunido e atento a uma estranha criatura, não sabia o por que, mas ela parecia ajudá-los e Blake se manteve quieto e observador.

Sentia que havia saído de algum tipo de um transe, e apesar de não ter sido tão grande como imaginava, parecia que havia durado semanas, até meses (rsrs)
. A estranha criatura entregou algo a Joker e depois apresentou 5 caixas ao grupo, ao que indicava, uma para cada e Blake tratou de tomar uma a si, pelo jeito teria de carregar aquilo consigo até que pudesse abri-la e tratou de guardar consigo, até que a criatura se desfigurou em um anel e se entregou a Myra. Sem muita demora o jovem capitão tomou a frente de ação e declarou o nome antes de descer, estava claro que agora só era preciso seguir esses rumo indicado. - Blake, descendo! - E assim seguiu seu capitão.

avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
24

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Ter Jul 21, 2015 7:16 am

A pequena bola de pelos, vulgo, o gato, correu pra um canto e o piso onde estava começou a afundar e a revelar uma passagem, estava tudo silencioso, até que algo começou a se materializar das sombras. Eu sinceramente não esperava ver "ele" novamente, pelo menos não tão cedo. Turechi flutuou até o capitão e concedeu-lhe um colar, que prometia sugar seus pesadelos, deveria ser que algum uso ao capitão, já que tinha uma grande responsabilidade em suas mãos. O ser que flutuava também comentou algo sobre o corrompido, poderia ser a pessoa...ou a coisa que estava causando toda este caos na atalaia, seja lá o que era tínhamos que dete-lo.
Turechi vinha em minha direção, tomou a forma de um anel, era um belo anel.
Turechi escreveu:- Aceite-me e estarei sempre com você, minha senhora.
Suas palavras me fizeram dar uma risadinha - Me deixou envergonhada na frente daquele bode estúpido e agora está novamente na minha frente, só que desta vez está aqui para me servir, que engraçado não? Bom, vou mante-lo comigo, com certeza será de alguma utilidade no futuro. -  Alcanço o anel flutuando em minha frente e o coloco no meu dedo anelar, vejo o capitão e Blake descendo a escada, e me apresso para segui-los. - Myra Shawcross, logo atrás.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
44

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Ter Jul 21, 2015 10:31 am

Não gostava daquilo, na verdade, não suportava aquela tensão. Não me referia apenas ao gato que desaparecia, falava de um conjunto de fatos. Tudo parecia como se estivesse me movendo como uma peça em um tabuleiro, detestava isso. Ainda tinha arma em punho quando a criatura se formava, mas não reagia, de maneira clara ele parecia aliado. Um improvável, mas ainda assim aliado. Aceitava o presente com cautela e amargura, estaria sendo tão transparente a ponto de meus temores poderem ser vistos por qualquer um que fosse? Trincava os dentes aceitando o pingente, sua forma era curiosa, poderia jurar que havia algo dentro dele, mas não sabia o que. Intrigava-me descobrir a verdade por detrás daquele artefato, mas abri-lo parecia arriscado. Não sabia se algo como aquilo realmente seria funcional, mas tolo seria em negar a pouca ajuda que recebíamos.

Embainhava a lamina, e prendia o colar no pescoço. Estava cansado, não o bastante para que desmaiasse, mas exaurido, sentia os músculos tensos, fraquejando cada vez mais a cada instante. A cabeça também latejava, excesso de magia provavelmente, mas não pararia, não me seria permitido. O capitão seguia a frente, era o que faria, gostando ou não do que poderia acontecer. Três desciam pelas escadas como era solicitado pela voz. Eu mesmo respirava fundo então partia para a escuridão. - Tenente Joker, a caminho.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
57

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Ter Jul 28, 2015 12:06 pm

Spark estava ficando um tanto quanto incomodado com o fato de que sua equipe estava tratando um demônio e forma amistosa, sabia que era errado julgar, mas seus antigos mestres que por um acaso também eram demônios o haviam ensinado da pior maneira possível que não se deve confiar em tal raça, não disse nada a ninguém, até que o pequeno capitão o perguntou oque havia descoberto, Spark coçou sua cabeça e com uma expressão meio confusa respondeu:

- Meu líder, eu descobri muitas coisas interessantes sobre esse lugar, mas como não sei se devo dizer em voz alta a frente de um demônio irei cochichar somente a você. – Spark se aproximou de Thomas e disse em voz baixa e sussurrada. – A cima da Atalaia eu vi um grupo de “soldados” empurrarem uma caixa estranha que emanava cheiro de pólvora, eu os segui até encontrar um caminho que era mais estranho até mesmo do que a própria caixa, lá as tochas se acendiam e apagavam conforme as pessoas passavam, chegando ao final do caminho eu me deparei com um imenso portão com muitas trancas nele, porém apenas três buracos para chaves, três chaves quais suspeito ser as que o líder dessa atalaia carrega em seu cinto.

Spark se afastou do capitão logo após entregar o relatório, porém pouco tempo depois sua visão começou a falhar e pode ver coisas através das paredes, coisas não muito agradáveis, o sátiro viu corpos espalhados na parede em posições como se estivessem dormindo. Claro que a primeira vista qualquer um que não estivesse acostumado com coisas demoníacas e sobrenaturais acharia que o povo da atalaia pavimentava suas paredes com os cadáveres de seus prisioneiros, porém Spark que sempre desconfiava das coisas pensou em voz alta:

- ZUMBIS! – Ao perceber que a lerdeza e o sono já começavam a afetar sua discrição voltou ao lado de seu capitão e disse: - Alguma coisa me fez começar a ver entre as paredes, e vejo muitos, muitos corpos amontoados com alguns pedaços faltando... Mas não parecem mortos parecem estar apenas descansando, eu tomaria cuidado se fosse você, mas também pode ser o sono acumulado de dois a três dias me fazendo ver coisas.

o bode iria ficar quieto até que ouviu oque Myra falou a Turechi quando o mesmo se ofereceu a segui-lá, mesmo com sono o nosso pequeno brincalhão não poderia deixar uma ofensa passar sem ser retrucada.

- Ah como posso me esquecer pequeno capitão, eu descobri que nossa parceira Myra é esperta o suficiente para libertar um demônio que a promete abrir portas sem nem mesmo antes checar se a porta estava ou não trancada e também descobri que a mesma tem um corpo deveras... interessante. – Disse Spark com um sorriso um tanto quanto maroto em seu rosto.

viu todos os seus parceiros descerem ao desconhecido enquanto se apresentavam, então os seguiu, mas não sem antes se apresentar também:  - Spark, o sátiro sonolento que não queria ter de ir, seguindo seu time!
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Sex Ago 07, 2015 9:25 pm

ASGARD

Darius aparentava estar um pouco mais nervoso que o normal, talvez fosse devido a situação – Pode deixar – Ele correu para uma das portas, e com a lança bateu algumas vezes contra ela para que a empurrasse com um pouco de esforço, e ela se abriu, mas não sem rachar antes. Christine que ainda segurava o arco recuou para trás indo junto a eles. Agora estavam novamente na caverna, sem qualquer proteção.

Alguns minutos depois de se afastarem sentiram um tremor e um som absurdo de algo se quebrando, sabiam que era a parede da biblioteca, ouviram o som dos livros caindo e da madeira e do piso se quebrando atrás dele, um baque surdo e que pareceu ecoar por todo o corredor de pedra a frente. – Vamos depressa – Disse Darius se pondo em guarda, a lança meio apontada para frente e meio guardada em quanto avançava, atrás dele se posicionava Asgard e atrás dos dois Christine, com seu arco.

A calmaria tomou conta por alguns minutos longos, e o corredor único continuava se estendendo, então chegaram a uma bifurcação onde havia uma tocha com chama azul presa a parede, e a caverna parou de ter paredes cavernosas e brutas e começou a se tornar algo belo, paredes feitas de tijolo e chão feito a mármore, ao lado deles era possível ver pinturas, uma delas representava uma mulher segurando uma criança, e um anjo sobre os dois, abaixo deles, um demônio de asas negras e obscuras. – São lindas – Reconheceu Christine após ver os desenhos muito bem feitos. A segunda pintura eram nove pessoas erguendo suas mãos para uma luz que os acolhia, e esse desenho estava assinado. “ Matthew Darwishi “

Ouviram então o som atrás deles, o som dos inimigos se aproximando. A iluminação tornou-se constante, criada através de algum tipo de espelho mágico preso ao teto que iluminava suavemente o local. Apesar de tudo, o corredor começaram a encontrar manchas de sangue pelo chão e até mesmo na parede, como se algo ferido tivesse se arrastado por aquele caminho.

Depois de mais um tempo andando eles pareciam finalmente ter chegado.

Spoiler:

– É logo alí – Anunciou Darius quando se aproximaram de uma ponte sobre um abismo de água, e logo após a ponte podiam ver o portão. – Gente... – Chamou Christine, o tom de preocupação era visível. Não havia realmente nada na frente do grande portão – Tem algo ali – Apontou para o outro lado da ponte, próximo ao portão e começaram a ouvir rosnados, como um guardião não era difícil para Asgard saber que Cães Infernais eram criaturas de fogo, e invisíveis.

- Acho que aquilo ali é um problema maior – Darius apontou para o caminho de onde vieram. O monstro que tinha atacado Asgard estava lá mais uma vez, a armadura havia sido solta de seu corpo ou esmagada a ponto de se tornar acertável, haviam grandes danos por ele todo, o monstro urrou, os olhos vermelhos como sangue, sedentos por vingança, como se Asgard tivesse se tornado um inimigo pessoa para ele. Ele estava prestes a avançar e o grupo sabia disso, mas do outro lado estavam os cães infernais, esperando para se alimentarem.




MYRA, SPARK, THOMAS, JOKER, BLAKE

O grupo estava cansado, muito cansado. E apesar de terem sido treinados devidamente para combater demônios e suas estratégias, os corpos haviam sido levados ao máximo nos últimos dois dias, e o terceiro estava por vir, Myra era a que estava em melhor estado, que apesar de não dormir tanto se sentia descansada. A escadaria era longa e escura, e quando voltaram a luz os olhos do grupo passaram a arder, qualquer luz parecia abatê-los devido ao cansaço acumulado.

Spoiler:

E de repente estavam em um castelo, tudo aquilo parecia familiar de certa forma, as coisas em volta de si entretanto, estavam destruídas, lustres jogados ao chão, quadros partidos em vários pedaços, vidros quebrados, armas fincadas no chão, na parede e toda a estrutura local parecia prestes a desmoronar. Era poeirento, sujo e frio. Havia um portão próximo a eles, mas caso tentassem abri-lo descobririam que estaria trancado. Havia também uma escadaria que levava a algum lugar, provavelmente o local de onde vieram.

- Bem vindos ao quartel general dos Guardiões das Sombras – A voz medonha surgiu de uma porta vermelha, e o homem leão a atravessou, se revelando. Uma criatura de prováveis dois metros de altura, seu corpo era protegido por uma armadura negra, e ele era acima de tudo belo.

- Este local não é encontrado há décadas... – A criatura se aproximou calmamente – Meu nome é Alsdram – Se apresentou e começou a falar, não abrindo espaços para eles falarem, mas em quanto ele começava a explicar notaram que o cansaço havia deixado o corpo deles, substituído por uma sensação incômoda, uma sensação semelhante a que sentiam quando estavam no sonho com Crowley – Vocês não são capazes de derrotar aquele monstro, ele é um ser poderoso, não existe mais humanidade naquele corpo... Entretanto... Estou disposto a ajudar a vocês, vou dar poder a vocês, mas o preço virá – Ele esperou uma resposta.

__AOD__
Death is Coming for Everyone and Everything... A Darkness that Will Swallow the Dawn
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
152

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Seg Ago 17, 2015 9:10 am

Passava as mãos na nuca com certa frequência. Já tinha perdido a noção da hora. Quanto tempo tinha passado? Quantos dias? Ou talvez somente algumas horas? Thomas podia ser um capitão experiente, mas aquela missão realmente estava conseguindo abalar seus nervos de aço pouco a pouco. Contudo, ele não podia desmoronar. Não ali na frente dos seus aliados e amigos. Com as informações de Spark, contudo, ele só tinha mais motivos para ficar preocupado. Sabia que eventualmente aquilo não tinha acabado e que ainda teria um adversário complicado pela frente. Apesar de não saber o tempo, sabia dos impactos de suas ações e acima de tudo que estava muito perto de se confrontar com quem realmente deveria.

E pensar que isso era só o começo lhe dava calafrios.

Contudo, quando atingiu o último degrau da escada, sua atenção foi tomada pelo novo ambiente à sua frente. Olhou com cautela para dos destroços pelo qual sentia certa familiaridade. Andou com cuidado pelo local, sempre atento aos seus arredores, mesmo que aos poucos o cansaço fosse lhe tirando a atenção devida. Mas foi a voz que ecoou minutos depois que tomou a atenção de Thomas. O Capitão olhou para o lado e encarou a figura de dois metros que surgiu na sua frente. Os olhos fixos e incisivos na criatura que saiu das sombras e se apresentou como Alsdram. Mas não foi isso que chamou sua atenção em tudo aquilo e sim o fato de ele mencionar que ali era antigo Quartel General dos Guardiões. Achou aquilo um pouco estranho e tinha certeza que precisava entender a lógica temporal por trás de tudo aquilo.

Quando enfim aquele homem terminou de falar, Darwishi respirou fundo. Já tinha conhecido aquela sensação antes, com Crowley e sabia que não era algo bom e algo que devia se confiar. Blake e Joker também sabiam e foi exatamente para eles que olhou em silêncio por alguns minutos antes de falar com Alsdram. Eles sabiam das condições. Sabiam do cansaço e de que as chances de vitória contra Aegon seriam reduzidas naquele estágio. Tinha a impressão que Alsdram sabia disso também e estava usando essa informação para conseguir algo em troca. - O que te faz acreditar que eu poderia aceitar sua proposta? Chegamos aqui sozinhos e podemos continuar sozinhos. - Disse, com o firme tom de voz que sempre tinha quando tratava de assuntos sérios que envolviam o grupo todo.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
79

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Qua Ago 19, 2015 12:40 pm

Dois dias, dois longos e terrivelmente cansativos dias já tinham se passado. Um dia até mesmo poderia ter considerado esse um espaço curto de tempo, mas após tanto presenciar, tomava minhas conclusões apenas para mim mesmo. Sabia de minha situação com clareza, temia a fraqueza de meu corpo e o cansaço de minha mente, mas sabia com amarga certeza de que não era o único a estar naquela situação. Todos deveriam estar igualmente exaustos, corroídos por todas aquelas situações que nos cercavam cada vez mais e mais. Sentia-me preso em uma espécie de pesadelo recorrente onde nada era certo. A missão deveria ser completada de uma forma ou de outra, sacrificaria o preciso para tal, mas começava a temer não ser capaz de toma-la sozinho.
Respirava pesado quando finalmente chegávamos ao nosso destino, um novo destino e um novo inimigo a nossa frente. Uma criatura leonina revestida por uma armadura negra, algo que emanava uma aura familiar e doentia, a mesma exalada pelo demônio que havia encontrado anteriormente. Sentia uma mão indo como um reflexo ao cabo da arma, desejava evitar o combate desnecessário, não estava em condição alguma de buscar lutas indesejadas, mas não era minha a palavra final. Tinha a garganta seca, o que era aquilo que sentia? Medo? Algo que trava meu corpo e me deixava com a cabeça enevoada. Seria hilariante aquela cena, estava preso mais uma vez por temores claros. Tudo que tinha a minha frente era um inimigo, tinha uma razão clara para lutar, não recuaria, não desta vez. A resposta entregada pelo capitão era clara, em momentos poderíamos ir para batalha.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
57

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Qui Ago 20, 2015 10:18 pm

Pegamos tudo que podíamos e nos encaminhamos para a saída. Christine parecia tão calma quanto eu mas, Darius deixava tudo a tona da situação vir a nossa cara pela sua posição defensiva e armada, pronto para combater até mesmo um cascalho que caísse do teto pelo desgaste do tempo. Sem um ambiente natural ou próximo a ele, não conseguia saber em que momento do dia estava e isso começou a afetar as outras noções de tempo, pois não sabia mais se tínhamos caminhado por muito ou pouco tempo, já que meu corpo ainda doía mesmo depois de descansar principalmente as pernas.
- Espero que realmente seja o caminho Darius, pois isso é novidade. – Apontava para as paredes agora feitas com materiais feitos por humanos, além da troca suave de luz. Não demorou muito para ter mais uma troca de ambiente, mostrando para nos o portão ao qual Darius havia falado, seu único detalhe era que o mesmo não informou sobre uma pequena ponte e sua fenda para um inferno aquático.
Cães e uma aberração gigantesca, como se não bastasse o estresse de estar no labirinto. Logo pensei em um plano, mas seria muito arriscado por conta do grandalhão a ponto de bala para me matar, era perceptivo em seus olhos sedentos por meu sangue, e as soluções para resolver não me agradavam muito, muito menos por envolver sacrifício próprio.
Olhei bem fundo nos olhos do grandalhão e tirei da forma mais rápida e sutil forma um frasco bomba entregando para Christine e um de agua benta, como era questão de milésimos para o ataque de qualquer das partes corri a frente de Darius entregando a agua benta para ele e sacando a espada divina. – VAMOS – Gritei caso demorassem a entender.

Não sabia o quanto estavam depositando a confiança em mim, mas esperava que entendessem meus atos e quando ordenassem executassem na mesma hora.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
58

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por A Morte em Ter Out 13, 2015 7:58 pm

Após a resposta do capitão o estranho leão gigante riu e disse – Certo. Quando se arrependerem ... Chamem por meu nome – E o cenário começou a desmoronar, mas antes que pudessem fazer algo já não estavam mais lá. Nem na sala abaixo. Despertaram em camas, a sensação de conforto voltou aos corpos e toda a energia pesada e negativa dos eventos anteriores fora deixada para trás, como uma mera lembrança. Apesar disso, ainda sentiam o cansaço em seus corpos, era como se descansar tivesse sugado o que restou deles.

O quarto em que estavam era largo o suficiente para caber todos no mesmo cômodo, e era bonito também. Haviam duas portas, uma delas deveria levar para o lado de fora, ouviram então uma conversa do lado de fora

- O general requisita a presença deles – Disse alguém do lado de fora.
- E precisa de cinco guardas da elite para levar eles? – Respondeu alguém com voz feminina. Uma voz familiar a todos.
- Saia da frente, mulher – Ordenou o homem que vinha leva-los.

Thomas sabia que não estavam em condição de lutar, ficava a escolha dele o que fazer naquele momento. Novamente Spark conseguiu ver através das paredes, e estranhamente ele era o único que não se sentia cansado. Eram cinco soldados vestidos em armaduras pesadas que carregavam três espadas, duas de um lado e uma nas costas... E não era só isso, ele podia ver algo turvo em volta deles, semelhante a uma aura. E encostada na porta estava a garota, uma aura azul e brilhante, mas não podia identifica-la direito.

- Saiam vocês daqui, ao menos sabem quem eu sou? – Ela perguntou indignada

- Uma puta qualquer – Ele disse e o som a seguir fora metálico, espada contra espada. Spark viu a moça desferir um ataque na direção do homem e ser repelida, era um corredor estreito portanto não tinha espaço para lutar direito, muito menos com muitas pessoas.
Aproveitando a visão também pode ver o que tinha no quarto atrás deles, era uma saída para os corredores da Atalaia... Que também não eram seguros.

( Prazo: Sábado, dia 17 passado disso vou comer o cu de vocês. E sim, vou ficar te spammando pra postar. )




Eles seguiram exatamente como Asgard ordenou, mas ele não entendeu o que aconteceu naquele momento. Christine tropeçou e os cães voaram sobre ela, prontos para devorarem cada parte do corpo da garota, e antes que Darius pudesse fazer qualquer coisa o demônio colossal disparou com uma velocidade inumana na direção dele e o socou, fazendo com que ele voasse para o lago que separava o portão deles, a água virou puro vermelho e mãos vindas das profundidades começaram a envolve-lo... E ele começou a afundar. Uma parte da água se levantou e flutuou até a frente de Asgard, e então tomou forma.

– AJOELHE PERANTE AHAZOR! O TERCEIRO PRÍNCIPE DO INFERNO! – Ele berrou com a voz que acabara de receber. Era um cavaleiro vestido em armadura púrpura, ergueram-se duas asas extremamente escuras em suas costas, ele carregava um elmo, que mais parecia uma tiara com chifres e não era exatamente o ser mais bonito de todos. Uma cicatriz descia da sua testa até seu olho direito linearmente, e em suas costas repousava uma capa vermelha e preta. De repente o corpo de Asgard estava paralisado, por mais que tentasse, uma pressão atmosférica o prendia ao chão, como se não tivesse qualquer controle sobre seu corpo.

Ele apontou para o leão sobre o portão distante, que guardava algo tão secreto. – Devo agradecer a você, mortal, por ter me mostrado onde se escondia o deus das travessuras - Ele respirou fundo, como se tivesse irritado com algo, ou simplesmente cansado. Agia de forma tão natural que Asgard não podia acreditar que aquilo era realmente um príncipe do inferno. Um filho do caído... Era tão... Humano? Ahazor abriu a mão na direção do leão esculpido e lançou uma esfera negra, um projétil de energia extremamente veloz.

O rosto do leão se quebrou em centenas de pedaços e dele saltou uma energia negra, que correu na direção de Asgard.

- VENHA! – Gritou Ahazor em desafio, e a energia lutou contra ele, tentando empurrá-lo. E tudo era escuridão. Asgard retomou o controle de seu corpo por poucos segundos, e o ser se materializou a sua frente, o ser que vivia dentro do Leão. O rosto era repleto de cicatrizes e os cabelos médios da cor do fogo, as roupas totalmente pretas e lembravam algo nobre. Além da altura exagerada do homem.

- Você não deseja morrer, certo ? – Ele sorriu maliciosamente, e Asgard entendeu que estavam em um espaço-tempo só deles, seguros por em quanto. – Eu posso escapar vivo daqui, mas isso sugaria o resto da energia que tenho, ao invés disso... Podemos tentar algo. Me empreste seu corpo, e eu salvo UM de seus amigos, e você... Escolha qual deles morrerá, e qual deles viverá. Vou ser honesto, garoto. É algo extremamente perigoso uma possessão de corpo com mortais que não são “escolhidos”, pode acabar te destruindo, mas é a sua melhor chance de sair vivo. E bom, se você sair vivo, em troca vou querer um favor. O que me diz? – Ele estendeu a mão esperando que algum tipo de acordo fosse fechado ali.

“ Eu vou morar em você, eu vou viver dentro de sua mente “ A voz sussurrou na mente dele, e ele soube que esse era o preço.

- A propósito, qual o seu nome?... O meu é... –


__AOD__
Death is Coming for Everyone and Everything... A Darkness that Will Swallow the Dawn
avatar
Ver perfil do usuário http://ageofdarknessrpgsata.forumeiros.com
Mensagens :
152

Data de inscrição :
03/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Spark em Sab Out 17, 2015 4:46 pm

Spark não estava impressionado com oque havia encontrado após as escadas, nada mais naquele lugar o impressionaria, nem mesmo o fato de um homem leão de quase dois metros de altura aparecer oferecendo poder a eles. Spark planejava intervir e dizer a seu capitão para não confiar em demônios, mas resolveu não intervir e deixar o capitão mostrar seu valor a seus soldados e como esperado, não o decepcionou.

As coisas rapidamente mudaram de um cenário de tensão, para uma estranheza e novamente tensão. Deveriam decidir que rumo iriam tomar, ir para o lado de fora ou para os corredores? Na situação que estavam nenhuma das opções seriam realmente boas. Vozes foram ouvidas do lado de fora de uma das portas, cinco homens e uma mulher, falavam sobre: “o general requisitar a presença deles”. Os homens não pareciam estar muito amigáveis para com a mulher. Spark sentiu uma pontada vindo de trás de sua cabeça e novamente, conseguiu enxergar através das paredes, viu que as pessoas que estavam ali começaram a trocar espadadas. Não bastava ver através das paredes, também começara a ver auras estranhas cercando as pessoas, os cinco soldados tinham auras de cor escuras e torpes e a mulher uma aura azul que brilhava com uma força incrível, não sabia oque aquilo significava, mas já tinha experiência o suficiente para saber que coisas demoníacas normalmente tinham auras torpes o preconceito começa quando a aura preta é a ruim.

Refletiu por um tempo até chegar a uma decisão, não sabia oque os aguardava nos corredores, mas sabia que não podia deixar alguém ser atacado tão covardemente sem intervir.

- Pequeno capitão, Spark vê coisas pelas paredes mais uma vez. – Spark contou para o capitão e para seu grupo oque tinha visto em detalhes. – Spark acha que devemos ajudar a mulher que está sendo covardemente atacada pelos cinco tais soldados de elite, mas também acha que não devemos lutar contra eles. Spark sugere irmos até lá e tentar conversar com eles, e caso ache mais confortável poderia me camuflar e me esgueirar até as costas deles para caso algo de errado.

O sátiro esperava pela resposta de seu líder, não importa qual fosse a decisão do mesmo, Spark seguiria as ordens de seu capitão.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
22

Data de inscrição :
07/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Aehoo em Sab Out 17, 2015 8:46 pm

Os olhos de Darwishi estreitaram com aquela frase. Temia que no fim das contas fosse exatamente aquilo que fosse acontecer e não lhe agradava a ideia de ter que depender de alguém para alguma coisa. Principalmente quando isso implicava em dívidas. Contudo, tão repentino quando ele apareceu, Alsdram se foi. E de praxe, tudo ao redor também foi desaparecendo até que quando se deu por si, estava em lugar diferente - mais uma vez.

Abriu os olhos e piscou com força algumas vezes. Sentia-se absurdamente cansado. Lembrava-se de algumas coisas que tinham acontecido no decurso daquele... Sonho? Não, aquilo não tinha sido um sonho. O cansaço físico era real demais para ser apenas uma mera ilusão. Contudo, não tinha tempo para ficar pensado no que aconteceu, quando no lado de fora do luxuoso quarto onde se encontravam, uma algazarra começou a se formar. Thomas sentia que uma das vozes ali fora lhe era familiar, mas talvez pelo cansaço ou despertar repentino, não conseguia relembrar com precisão. Todavia, pelo diálogo que se iniciara, Darwishi sabia pelo que vieram. Entretanto, olhou para seus soldados e viu que nenhum deles estavam em condição física ou mental - a exemplo de Joker - para combater no desafio que ele tinha proposto.

No fundo, sentia que tudo aquilo tinha sido armado para que perdessem. Demônios eram criaturas tão vis que se aproveitavam de tudo que existia ao seu alcance para conseguir o que queriam. Uma das coisas que Thomas mais odiava. Levantou-se então da cama e quando notou, parecia que Spark fora o primeiro a acordar, já lhe atualizando sobre a situação. - Não iremos por trás. Façamos como você disse. Não lutaremos, contudo, não precisa ir invisível. - E dito isso, Darwishi se direcionou à porta, abrindo-a de uma vez e dando de cara com a situação. Ergueu a voz séria como sempre e disse em bom tom, mesmo cansado. - Os seus problemas são comigo e com meus soldados. E não se preocupe... Mera covardia não vai me derrubar ou me deter. A Atalaia vai ser minha e eu vou me lembrar da cara dos cinco, pra beijarem os pés de cada um que dominou vocês. Me levem até o demônio que vocês chamam de líder. Estamos prontos. - Concretizou.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
79

Data de inscrição :
08/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Myra em Dom Out 18, 2015 1:03 am

Começamos a descer a escadaria, a escuridão parecia nos envolver e dava uma impressão de calma, mas também perigo, algum tempo depois uma luz ao final. Meus olhos arderam de uma maneira absurda, parecia que havia passado semanas em uma quarto fechado. O que pude ver me surpreendeu, não espera um castelo, e sim um subsolo destruído cheio de ratazanas e baratas,  mas enfim, parecia um cenário de guerra com cacos e ruínas que eu jurava que iam cair sobre nós a qualquer momento, de uma porta vermelha um hibrido de leão apareceu e disse que nos ajudaria, mas nosso pequeno, bravo e orgulhoso capitão, recusou. E como do nada o ser apareceu, do nada ele se foi, e levou consigo o lugar que estávamos.

Acordei em um quarto luxuoso, era grande e todos do grupo estavam lá, apenas o capitão e o bode haviam acordado, eu estava mais cansada que antes, meu corpo pesava e minha cabeça doía, me sentei na cama e pude escutar vozes do outro lado de uma porta, uma voz feminina me chamou a atenção, tinha certeza que conhecia, mas não estava certa, deixei de lado e me foquei nas palavras do capitão que já estava abrindo a porta e pronunciando sua decisão aos guardas, iríamos encontrar o tão poderoso demônio, estava assustada e devo dizer com um pouco de medo, mas guardei esses sentimentos no âmago de meu ser. Me levantei com um certo esforço,  me desloquei para o lado do capitão e aguardei a "escolta" dos guardas.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
44

Data de inscrição :
09/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Asgard em Dom Out 18, 2015 12:51 pm

Não achei que em algum momento poderia dar errado como agora. Ambos eram guerreiros e suas habilidades não eram nada amadoras, mas foram pegos. Queria ajuda-los de alguma forma, mas meu corpo ficar mais e mais pesado de uma forma que fosse me jogar no chão, mas só não conseguia mover um musculo, isso tornava as coisas ainda mais desesperadoras.

Talvez minha consciência estivesse começando a me pregar peças para sentir um desespero de morte e ficar estático no lugar, ou simplesmente aceitar uma aliada ser devorado e o outro arremessado em um fosso que não sabia onde era o fundo. O pior de tudo era a chegada de uma criatura com uma presença absurdamente alta, o comparar com um animal alfa de todos os animais de qualquer região. Não conseguia compreender sua força em sua forma apresentada, talvez fosse a situação.

A nova criatura estava falando algo, mas não estava racional o suficiente para prestar atenção naquele momento, só queria sacar a espada brilhosa em minhas costas e atacar todo mundo. Uma conversa rápida e repentina.

- Repentino demais isso... – Demorando a perceber a alteração de espaço. – Ah...mais um, que legal. Agora me diz direi... A que se exploda isso, conversamos sobre esse contrato depois, só me ajude a sair daqui logo. – A paciência estava pouca e a tática em mente não existia. Somente o caos de uma batalha resolveria tanto o ódio que estava sentindo quanto a fuga daquele lugar. Se Darius não tivesse sido atirado para o abismo o salvaria, mas como a única presente esta praticamente ao meu lado, será ela.

- Conversaremos sobre os outros assuntos dessa proposta depois... Nos tire logo daqui. - Reafirmando essas palavras para que pudesse compreender melhor, a situação em que estávamos não era boa para se pensar, qualquer coisa com a palavra "sair" ou "salvar" seria aceita de primeira.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
58

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Gregar em Dom Out 18, 2015 8:53 pm

Era engraçado como tudo desmoronava. Hora estava em um pesadelo, então acordava em outro pior ainda, só para depois acordar uma ultima vez. Estava agora no mundo real, ou em alguma outra brincadeira de mau gosto? Tudo que tinha para comprovar qualquer coisa era o gosto ruim que sentia na boca, juntamente é claro da dor que sentia atrás da cabeça, como se tivesse algo que recusasse a ficar-se no lugar devido. Provavelmente havia perdido uma boa parte de minha razão naquela ultima noite, uma parte valiosa e que faria falta em breve. Faria falta, mas não via como isso devia me impedir de prosseguir, se tinha algo que deveria manter-me resoluto, era aquilo que tomava como missão.

Acordava com o corpo rijo pelo cansaço, ouvindo as palavras de Spark e do capitão enquanto me sentava naquele colchão, algo tão convidativo quanto poderia ser em nossa situação atual, odiava aquilo. Estava de pé quando preciso, pronto para o que aconteceria, para o ataque que vinha do lado de fora. Era a guarda de elite que havia vindo nos receber? Quão hilário aquilo era. Depois de enfrentar a elite dos demônios, o que poderiam ser humanos que clamavam suas habilidades com tanto orgulho? Riria de suas caras de novo e de novo, não havia nada a temer naquele ponto. Medo, não acreditava que nenhum de nós precisava demonstrar esse sentimento. Seguia como uma sombra encapuzada por detrás do capitão. Não tinha energias nem paciência para aquela situação, apenas estava lá para fazer como sempre, para fazer meu trabalho.
avatar
Ver perfil do usuário
Mensagens :
57

Data de inscrição :
06/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simpathy For The Devil [ FINALIZADA ]

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum